Luca Bruno/AP
Luca Bruno/AP

Campeão, Button espera corrida tranquila para fechar o ano

Inglês da Brawn GP fala que irá apenas aproveitar a corrida neste fim de semana, sem sofrer nenhuma pressão

Alan Baldwin, Reuters

29 de outubro de 2009 | 15h55

ABU DABI - Jenson Button está ansioso pelo dia em que poderá contar a seus filhos que foi campeão mundial de Fórmula 1. A parte mais difícil o britânico já conseguiu, ao conquistar o título da temporada no Brasil este mês com uma corrida de antecedência. Agora, precisa esperar pelas crianças, que, segundo ele fez questão de ressaltar nesta quinta-feira, continuam bem longe.

Veja também:

especialESPECIAL - A carreira do campeão Jenson Button

especialESPECIAL - Jogue o Desafio dos Pilotos

blog BLOG DO LIVIO - Leia mais sobre a F-1

blog SPF1 - Leia mais no blog do GP do Brasil

O piloto da Brawn GP ainda estava curtindo o sucesso quando chegou a Abu Dabi para o grande prêmio do fim de semana após um breve período de férias em Dubai com sua namorada Jessica Michibata, modelo de lingeries. Ele disse que não é o único ainda flutuando após a conquista.

"Meu engenheiro Shov (Andrew Shovlin) estava muito ansioso durante o fim de semana do Brasil, mas ele me mandou uma mensagem de texto dois dias depois dizendo: 'Acabo de perceber o que nós conquistamos'", disse Button.

"Claro que ele tinha tomado alguns drinks, e disse: 'Estou em casa com minha amada família, e acabo de perceber o que conquistamos - somos os melhores do mundo neste momento, os melhores no que fazemos. E mal posso esperar que minhas crianças cresçam o suficiente para entender o que nós conseguimos."

Button acrescentou: "Isso é algo que me anima para o futuro, com certeza - ter uma família e dizer a eles que o papai foi campeão do mundo... mas isso será daqui a 20 anos".

Abu Dabi faz sua estreia no calendário da Fórmula 1 no domingo como primeiro grande prêmio da categoria durante o entardecer. Button disse que está esperando uma corrida sem estresse pela primeira vez este ano.

"Esses dias foram especiais, mas é um sentimento estranho, porque você conquistou o que estabeleceu para sua carreira", acrescentou o inglês, de 29 anos, cuja equipe também já conquistou o título de construtores.

"Você luta por isso por muitos anos, e consegue. E para onde ir agora? Mas ainda há muito a se conquistar depois disso. Novos objetivos e novos desafios. Não vou pensar muito nisso agora, mas há muitos desafios e estou animado para eles."

"Nesse fim de semana eu vou aproveitar. Faz muito tempo desde que entrei num carro Fórmula 1 sem stress e sem pressão", acrescentou Button.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Jenson ButtonBrawn GP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.