Jonathan Moore / AFP
Jonathan Moore / AFP

Campeão na Indy, Dixon agradece a rivais pela pressão: 'Isso nos fez melhor'

Neozelandês venceu apenas três corridas ao longo da temporada, mas manteve grande regularidade

Estadão Conteúdo

17 de setembro de 2018 | 10h58

O piloto neozelandês Scott Dixon agradeceu à pressão exercida por seus rivais durante toda a temporada para conquistar o quinto título na Fórmula Indy, no domingo, após a etapa de Sonoma, na Califórnia.

"Tenho de agradecer às outras equipes com as quais lutamos muito neste ano (Penske e Andretti). Alexander Rossi fez um ótimo trabalho o ano todo. Ele pressionou muito neste ano. Ele é um grande talento e vai ganhar muitos campeonatos em sua carreira. Tudo isso nos fez melhor", disse o piloto, referindo-se ao segundo colocado na classificação geral.

O piloto da Ganassi, de 38 anos, campeão também em 2003, 2008, 2013 e 2015, continuou sua lista de agradecimentos. "Não posso esquecer da minha mulher Emma, meu colega de equipe (Ed Jones), toda a equipe. Um campeonato não vem sem muito trabalho duro. Nós tivemos muita coragem", declarou

O pentacampeonato de Dixon foi possível graças principalmente à regularidade do neozelandês. Ele ganhou apenas três corridas nesta temporada, mas chegou à prova final com 29 pontos de vantagem sobre Rossi. Ao chegar em segundo lugar, ele confirmou a conquista do quinto título.

Ryan Hunter-Reay, vencedor em Sonoma, não contestou a conquista de Dixon. "Falar o quê? Ele é pentacampeão. Parabéns", disse o quarto colocado na temporada, com 566 pontos. Ele ficou atrás de Will Power (582), Alexander Rossi (621) e Dixon (678).

Hunter-Reay ganhou a corrida, seguido de Dixon. Alexander Rossi, que sofreu um acidente logo no início da prova, terminou em sétimo.

 
Tudo o que sabemos sobre:
automobilismoFórmula IndyScott Dixon

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.