Características de circuito empolgam pilotos da Red Bull

Características de circuito empolgam pilotos da Red Bull

Curvas do circuito são elogiadas por Ricciardo e Vettel. A equipe dos pilotos, Red Bull espera a quarta vitória na F-1 em 2014

Estadão Conteúdo

27 de outubro de 2014 | 15h41

Sem grandes ambições para as três últimas provas da temporada 2014 da Fórmula 1, a Red Bull encontrou motivação para o GP dos Estados Unidos, que será realizado no próximo fim de semana, nas características do Circuito das Américas, em Austin. O australiano Daniel Ricciardo, que já venceu três provas neste ano, descartou que se trata de uma das suas provas favoritas.

"O Circuito das Américas, na minha opinião, é o melhor da nova geração de circuitos. A natureza das curvas é interessante. Também é uma pista muito trabalhosa e onde você não tem muito descanso. O primeiro setor é muito especial, com a primeira curva, vendo apenas a grande colina, é algo que não se encontra mais na Fórmula 1", disse Ricciardo.

Assim como o australiano, Sebastian Vettel adotou tom parecido ao comentar as características do circuito. E o alemão se saiu muito bem nas duas provas anteriores em Austin, tendo sido o pole position de ambas e vencido a corrida de 2013, além de ter sido o segundo colocado em 2012.

"A pista tem 20 curvas e pilotamos no sentido anti-horário. A reta principal tem uma inclinação até a primeira curva e é a marca registrada da pista. Para nós, isso significa que a frenagem começa muito alto, o que não é fácil e travar os pneus da frente pode ser um problema. Muitas das combinações de curvas me lembram outros circuitos famosos no calendário", afirmou.

Assim, com os elogios de Ricciardo e Vettel ao Circuito das Américas, a Red Bull espera interromper o domínio da Mercedes e conquistar a quarta vitória na Fórmula 1 em 2014 no GP dos Estados Unidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.