Jonathan Bachman/AP
Jonathan Bachman/AP

Castroneves é segundo em prova marcada por muita chuva na Indy

Brasileiro é superado por canadense James Hinchcliffe em Louisiana

Estadão Conteúdo

12 de abril de 2015 | 19h00

A etapa da Louisiana da Indy foi marcada pela chuva. No sábado, ela cancelou o treino classificatório e neste domingo foi responsável por alguns acidentes, muitas bandeiras amarelas e o término da corrida não pelo número de voltas dadas, mas pelo tempo limite, 1h45. Quem se aproveitou melhor disso foi o canadense James Hinchcliffe, da Schmidt Peterson, que acertou na estratégia de fazer apenas uma parada, e conquistou a vitória. O brasileiro Hélio Castroneves, da Penske, optou pelo mesmo esquema e ficou em segundo lugar, com o inglês James Jakes completando o pódio.

A suíça Simona de Silvestro, da Andretti, apareceu na quarta colocação, seguida pelo colombiano Juan Pablo Montoya, da Penske, que largou na pole por estar na liderança do campeonato.

O brasileiro Tony Kanaan, da Ganassi, fez um corrida de recuperação e terminou em sexto lugar. O australiano Will Power, da Penske, apareceu em sétimo, seguido pelo norte-americano Graham Rahal, da Rahal Letterman. O norte-americano Josef Newgarden, da CFH Racing, foi o nono e seu companheiro, o italiano Luca Filippi, o décimo.

A corrida começou de maneira inusitada. Com a ameaça de chuva, a organização da prova autorizou a largada 40 minutos antes do horário previsto. Kanaan, que foi para a grama na primeira volta, e perdeu a terceira colocação, não deu sorte com a estratégia e alteração entre pista seca e molhada. Ele foi o primeiro a ir para os boxes, colocou pneu para pista seca, mas passou por uma poça d''água, rodou e foi para o pelotão de trás.

A prova seguiu com inúmeras paralisações. A última delas aconteceu por causa de uma forte batida envolvendo Hunter-Reay, Pagenaud e Bourdais. Enquanto os fiscais tentavam retirar os três carros acidentados, acabou o tempo limite e a corrida acabou sendo encerrada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.