Castroneves ganha por um bico, mas Dixon é campeão da F-Indy

Neozelandês fatura segundo título na categoria em chegada emocionante com brasileiro no GP de Chicago

Milton Pazzi Jr, estadao.com.br

07 Setembro 2008 | 19h13

Hélio Castroneves ganhou o GP de Chicago, mas não conseguiu o título de campeão da temporada 2008 da Fórmula Indy. Após largar da última posição por punição no treino, ele viu o neozelandês Scott Dixon (Chip Ganassi), ao chegar em segundo lugar e um milésimo de segundo atrás - ou parte do bico do carro -, garantir seu segundo título na categoria, fechando a classificação com 646 pontos, 17 a mais que o brasileiro.Veja também: Fórmula Indy 2008 - Classificação Brasileiro Raphael Mattos é o campeão da Indy Lights Castroneves fez sua parte na corrida. Largou em 28.º e último lugar e foi conquistando posições: 23.º já na primeira volta, 11.º na 25.ª, 7.º na 50.ª, terceiro na 75.ª e três voltas depois chegou à liderança. Por alguns momentos, disputou a ponta com o companheiro Ryan Briscoe, com Dan Wheldon (Chip Ganassi) e Tony Kanaan (Andretti Green). Ajudou na estratégia as muitas voltas em bandeiras amarelas, comuns em um circuito oval.Dixon, por outro lado, correu para garantir os pontos que precisava. Bastante conservador, largou em segundo, caiu para terceiro logo na primeira volta, era quarto na 75.ª e estava em nono lugar na 100.ª volta. A tensão tomou conta dos boxes de sua equipe, pois esta era justamente a conta que o brasileiro da Penske precisava. Mas, faltando menos de dez voltas para o fim, nos boxes, Dixon (campeão em 2003) conseguiu voltar à ponta e protagonizou um fim de prova emocionante com Castroneves. Uma diferença de menos de 1 milésimo de segundo (0s0033), no bico. A organização da prova deu a vitória ao neozelandês, fez festa para ele, mas em minutos voltaram atrás e colocaram o brasileiro no pódio.BRASILEIROS Quem teve uma grande atuação foi Mário Moraes, que também largou na última fila (27.ª posição) e chegou a estar entre os dez primeiros. Mas bateu e não terminou a corrida. Kanaan foi quarto, Jaime Câmara 18.º e Bruno Junqueira o 20.º colocado na corrida. Vitor Meira também bateu e não terminou a corrida.ENCERRAMENTO A tradicional festa de premiação da categoria será em outubro. Antes, no dia 26 deste mês, acontecerá o GP de Surfers Paradise, na Austrália, considerado festivo e que não vale pontos para o campeonato. A próxima prova que vale pontos será na abertura do campeonato de 2009, em abril. Confira o final do GP de Chicago: 1º. - Hélio Castroneves (BRA/Penske), 200 voltas 2º. - Scott Dixon (NZL/Ganassi), a 0s0033 3º. - Ryan Briscoe (AUS/Penske), a 0s0778 4º. - Tony Kanaan (BRA/Andretti-Green), a 0s6095 5º. - Will Power (AUS/KV), a 1s3580 6º. - Dan Wheldon (ING/Ganassi), a 1s8729 7º. - Darren Manning (ING/Foyt), a 2s3224 8º. - Marco Andretti (EUA/Andretti-Green), a 2s4627 9º. - Ryan Hunter-Reay (EUA/Rahal Letterman), a 2s7993 10º. - Danica Patrick (EUA/Andretti-Green), a 2s9276 11º. - Justin Wilson (ING/Newman-Haas-Lanigan), a 3s0218 12º. - Alex Tagliani (CAN/Conquest), a 4s2072 13º. - AJ Foyt IV (EUA/Vision), a 1 volta 14º. - Milka Duno (VEN/Dreyer & Reinbold), a 1 volta 15º. - Franck Perera (FRA/Foyt), a 2 voltas 16º. - Marty Roth (CAN/Roth), a 3 voltas 17º. - Oriol Servia (ESP/KV), a 4 voltas 18º. - Jaime Câmara (BRA/Conquest), a 13 voltas 19º. - Graham Rahal (EUA/Newman-Haas-Lanigan) a 14 voltas 20º. - Bruno Junqueira (BRA/Dale Coyne), a 16 voltasNão terminaramMário Moraes (BRA/Dale Coyne), a 19 voltas Hideki Mutoh (JAP/Andretti-Green), a 23 voltas Ernesto Viso (VEN/HVM), a 64 voltas Sarah Fisher (EUA/Sarah Fisher), a 84 voltas Buddy Rice (EUA/Dreyer & Reinbold), a 90 voltas Tomas Scheckter (AFS/Luczo Dragon), a 113 voltas Vitor Meira (BRA/Panther), a 126 voltas Ed Carpenter (EUA/Vision), a 164 voltas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.