Divulgação/Site Fórmula 1
Divulgação/Site Fórmula 1

Chefe da McLaren prevê 'ano ocupado' para novo piloto de testes

Lando Norris, de apenas 18 anos, atuará de forma simultânea no time da Fórmula 1 e na Fórmula 2

Estadão Conteúdo

12 de dezembro de 2017 | 15h58

O chefe da McLaren, Eric Boullier, demonstrou preocupação com o novo piloto de testes da equipe. O jovem Lando Norris, de apenas 18 anos, atuará de forma simultânea no time da Fórmula 1 e na Fórmula 2, onde será titular da equipe Carlin. Norris será parceiro de time do brasileiro Sérgio Sette Câmara na categoria que substituir a GP2.

+ Veja como foi a classificação da Fórmula 1 em 2017

"Ele vai passar muito tempo nos simuladores e terá a oportunidade de testar o carro. Também terá chances de ir para a pista em alguns treinos livres, mas não sou muito fã disso. Ele terá um ano bem ocupado em 2018", alertou o chefe da McLaren.

Norris foi anunciado como piloto de testes da equipe antes do fim da temporada 2017. Ele entrou na McLaren no embalo do título da F3 Europeia deste ano. Assim, substituiu o veterano Jenson Button, que seria o reserva de 2018.

A meta da McLaren é apostar no talento do jovem britânico, visando uma chance entre os titulares no futuro, nas vagas de Fernando Alonso ou Stoffel Vandoorne, atuais titulares. "Eu espero que pilote pela McLaren no futuro. É por isso que está aqui. Mas primeiro ele vai competir na F-2, que será um bom desafio esportivo para ele", disse Boullier.

Em 2018, Norris deve pilotar o carro nos primeiros treinos livres de algumas etapas, ainda não definidas. Ao mesmo tempo, será titular da Carlin. E, além disso, disputará as 24 Horas de Daytona, nos Estados Unidos, na companhia de Alonso, em janeiro, nos Estados Unidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.