Chefe da McLaren rasga elogios à torcida espanhola

Ron Dennis diz que ficou surpreso com recepção dos espanhóis, apesar da saída de Fernando Alonso

EFE

29 de abril de 2008 | 15h30

O inglês Ron Dennis, chefe da escuderia McLaren, elogiou o comportamento da torcida no Grande Prêmio da Espanha de Fórmula 1, no circuito da Catalunha. "Fiquei surpreso pelo comportamento da torcida, que reconheceu tanto a mim como meus colegas quando andávamos de carro de Barcelona até o circuito e vice-versa", comentou."Até mesmo os fãs de Fernando, vestidos com camisas da Renault, também foram muito amistosos. Tudo isso confirma que os espanhóis são, como em todas as partes do mundo, entusiastas do esporte", completou o chefe de McLaren em declarações ao site da escuderia.Dennis também aproveitou para elogiar o rei Juan Carlos I, monarca da Espanha. "O rei é só um espectador assíduo das corridas na Espanha, mas também um autêntico fã da Fórmula 1. Minhas conversas com ele sempre foram muito estimulantes, e a do domingo passado não foi uma exceção", comentou.Ao lembrar os fatos ocorridos no Circuito da Catalunha nos dias 1º e 2 de fevereiro, quando um grupo de espectadores insultou e exibiu cartazes com ofensas racistas ao piloto inglês Lewis Hamilton, da McLaren, numa sessão de treinos de pré-temporada, ele desconversou: "Foi um episódio isolado. Estou totalmente convencido que a maioria dos espectadores espanhóis é como eu costumo dizer, formada por verdadeiros torcedores. Em outras palavras, são amantes genuínos do esporte a motor", destacou.

Tudo o que sabemos sobre:
McLarenFórmula 1GP da Espanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.