Chefe da Red Bull diz estar atento aos rivais

A Red Bull venceu quatro das cinco etapas já disputadas na temporada da Fórmula 1, todas com o alemão Sebastian Vettel - a outra vitória foi do inglês Lewis Hamilton, da McLaren. Com isso, lidera o campeonato com bastante folga. Mas, mesmo com tamanho domínio, o chefe da equipe, Christian Horner, disse estar atento à evolução dos rivais.

AE-AP, Agência Estado

27 de maio de 2011 | 12h03

Na quinta-feira, por exemplo, a Ferrari, com o espanhol Fernando Alonso, fez o tempo mais rápido dos treinos livres para o GP de Mônaco. E a McLaren conseguiu a segunda e a quarta posições, respectivamente com os ingleses Lewis Hamilton e Jenson Button. Já o melhor da Red Bull foi justamente Vettel, que terminou o dia apenas em quinto lugar.

"Fernando (Alonso) veio lá de trás no ano passado e chegou a liderar o campeonato na reta final", afirmou Horner, lembrando da dificuldade da Red Bull na última temporada para chegar ao título com Vettel. Por isso mesmo, ele avisa que ainda é muito cedo para relaxar com a vantagem da equipe neste ano. "Nós não subestimamos nenhum de nossos adversários."

Diante disso, Horner promete que a Red Bull estará muito forte quando for para a pista neste sábado, para a definição do grid de largada do GP de Mônaco, e também será assim na corrida de domingo, em busca de mais uma vitória na temporada.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP de MônacoRed Bull

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.