Chefe de Rossi o coloca na F1 em 2007

O piloto italiano Valentino Rossi deve mesmo trocar a motovelocidade pela Fórmula 1, a partir de 2007. Quem garante é o diretor da equipe Yamaha, Davide Brivio, pela qual o grande campeão das motos compete atualmente.Em entrevista nesta sexta-feira ao jornal italiano Gazzetta dello Sport, Davide Brivio revelou que a Yamaha está perto de renovar por mais um ano o contrato de Rossi, que termina nesta temporada. E que, depois disso, ele seguirá para a Fórmula 1.?Já chegamos a um acordo para ampliar seu contrato por mais um ano e sabemos que a partir de 2007 ele estará na Fórmula 1?, revelou o diretor da Yamaha.Nessa mesma matéria, Rossi garantiu que ainda não tem nada definido sobre a mudança da motovelocidade para o automobilismo. ?A partir do final de 2006 estarei livre e se tiver ofertas para correr de carro irei pensar nelas?, disse o piloto, que já ganhou quatro títulos mundiais na principal categoria das motos.Aos 26 anos, Rossi fez alguns testes anteriormente na Ferrari e muito já se especulou na Itália sobre a possibilidade dele substituir o alemão Michael Schumacher na equipe italiana. Quando perguntado se estaria pronto para fazer essa mudança e começar a pilotar carros, Rossi afirmou: ?Quando criança, comecei no kart e depois, por sorte, descobri as motos. Mas minha paixão pelos carros ainda existe.?Líder do campeonato, Rossi disputa neste fim de semana a quarta etapa da temporada de MotoGP, em Le Mans, na França.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.