Chuva adia treinos da Indy na Europa

Os primeiros treinos livres para o GP da Alemanha de F-Indy, marcados para a manhã desta quinta-feira, não puderam ser realizados por causa da chuva, que cai insistentemente sobre o circuito oval de duas milhas. Durante o horário do treino foi realizada uma homenagem aos mortos nos atentados de terça-feira. Foram cinco minutos de silêncio. Carros de apoio ficaram alinhados na pista e todos os membros das equipes foram para a beira da pista, onde permaneceram em silêncio. Enquanto isso, continua o clima de indefinição sobre a realização da primeira prova da Fórmula Indy na Europa. A Cart, que organiza a competição, ainda não se pronunciou oficialmente garantindo que a prova marcada para sábado não será cancelada - como mais um reflexo dos atentados registrados em Nova Iorque e Washington na terça-feira. Aproximadamente mil norte-americanos, entre pilotos, mecânicos e pessoal de apoio das equipes, acompanham a etapa da Indy na Alemanha. Executivos da Cart disseram que este é o maior agrupamento de civis norte-americanos fora da América atualmente, o que poderia torná-los alvo de atentados. Michael Andretti, piloto americano melhor colocado na competição, ainda não conseguiu chegar a Alemanha, assim como a maioria dos chefes de equipe da categoria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.