Divulgação/IndyCar
Divulgação/IndyCar

Chuva e vento forte adiam prova da Fórmula Indy no Alabama para segunda-feira

Com previsão de tempo ruim, a direção da prova antecipou o início, mas só conseguiu realizar 20 voltas com bandeira verde

Estadão Conteúdo

22 de abril de 2018 | 21h13

A chuva intensa e os fortes ventos neste domingo atrapalharam, e muito, a programação da etapa do Alabama da Fórmula Indy, disputado no circuito misto de Barber, no estado do Alabama, nos Estados Unidos. Com previsão de tempo ruim, a direção da prova antecipou o início, mas só conseguiu realizar 20 voltas com bandeira verde (23 no total). Assim, a quarta etapa da temporada de 2018 foi adiada para esta segunda-feira.

+ Leia mais notícias sobre velocidade

+ 'Rei de Austin', Marc Márquez vence a sexta seguida nos EUA e encosta no líder

+ Após Cacá vencer a 1ª, Serra ganha a 2ª prova no Velopark e lidera a Stock Car

A largada foi dada às 14h08 (16h08, em Brasília) - pouco mais de 20 minutos antes do horário inicial - com bandeira amarela, com a verde durando poucas voltas até Charlie Kimball ser tocado por Ed Jones, ir para a barreira de pneus e a amarela voltar a ser mostrada pela direção. Quatro voltas depois, o australiano Will Power, então segundo colocado, derrapou e rodou na pista, também batendo no obstáculo.

Com 19 voltas completas, a primeira bandeira vermelha "deu as caras", interrompendo a disputa por 37 minutos, também devido à chuva. Após o período, os pilotos voltaram ao percurso, mas logo voltaram aos boxes. Neste momento, sob bandeira amarela, a pista foi piorando muito com uma chuva que não parava de apertar. A bandeira vermelha foi inevitável.

A direção bem que tentou fazer mais uma relargada, mas as inúmeras poças seguiam no traçado com muita chuva, vento forte e o céu cada vez mais escuro. A prova está prevista para recomeçar às 13 horas (de Brasília) na volta 23, justamente quando não há mais previsão de chuva.

Josef Newgarden, o pole, é quem sairá de novo na ponta. Sébastien Bourdais, Ryan Hunter-Reay, Alexander Rossi, James Hinchcliffe, Zach Veach, Robert Wickens, Takuma Sato, Scott Dixon e Jones fecham o Top 10. A equipe Foyt vive uma prova muito complicada e sofre com problemas elétricos com os pilotos brasileiros Matheus Leist em 18.º lugar e Tony Kanaan em 20º, já como retardatário.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula IndyFórmula Indy

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.