Chuva prejudica pilotos nas 500 Milhas

A chuva na região do kartódromo da Granja Viana, em Cotia, Grande São Paulo, prejudicou os pilotos que disputam as 500 Milhas de Kart. Muitos deles saíram da pista, danificando ainda mais os karts, já batidos depois de tantas horas de prova. Além disso, ao retornarem para à corrida, levam terra para o asfalto, que fica ainda mais escorregadio. A equipe Tic-Tac lidera a prova, e o piloto Tony Kanaan deixou o kart para seu companheiro Rubens Barrichello. Tony entrou no lugar de Rubens Barrichello, quando estava na segunda posição, duas voltas atrás do líder, Daniel Serra, da equipe Texaco. Rubinho reassumiu o kart e deve pilotar até o final da prova. Com o aumento da chuva, a necessidade de parar para reabastecimento e uma punição aplicada por irregularidade no peso do kart, o piloto Rafael Daniel, da Texaco, perdeu a liderança para Tony. Rafael assumiu o kart que estava com Daniel Serra. A equipe Texaco não teve sorte:, cai para a quinta posição, depois da quebra do motor. A prova deve acabar por volta do meio-dia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.