EFE
EFE

Com Alfa Romeo, Mick Schumacher faz 6º tempo no segundo dia de testes no Bahrein

Na terça, o piloto de 20 anos, ao volante de uma Ferrari, anotou o segundo melhor tempo, atrás apenas do holandês Max Verstappen, da Red Bull.

Redação, Estadao Conteudo

03 de abril de 2019 | 16h52

O alemão Mick Schumacher, filho do heptacampeão mundial Michael Schumacher, ficou em sexto lugar, nesta quarta-feira, no segundo e último dia de testes coletivos da Fórmula 1 no circuito de Sakhir, no Bahrein, ao dirigir uma Alfa Romeo. Na terça, o piloto de 20 anos, ao volante de uma Ferrari, anotou o segundo melhor tempo, atrás apenas do holandês Max Verstappen, da Red Bull.

Depois de 70 voltas, Mick teve o melhor desempenho ao completar os 5.412 metros do circuito em 1min29s998. No último final de semana, o alemão estreou na Fórmula 2 justamente na pista de Sakhir, terminando em oitavo e sexto lugares nas duas corridas.

O mais rápido do dia foi o britânico George Russell, com uma Mercedes, ao rodar em 1min29s029, seguido pelo mexicano Sergio Perez (61 voltas), da equipe Racing Point, com o tempo de 1min29s095. Russell é um dos pilotos titulares da Williams atualmente e no último domingo terminou o GP do Bahrein na 15ª posição.

O alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, único entre as principais estrelas da temporada a entrar na pista nesta terça, rodou 103 voltas para alcançar o tempo de 1min29s319 e se garantir no terceiro lugar. Ele ficou logo à frente do espanhol Carlos Sainz, da McLaren, que só precisou de 21 voltas para cravar 1min29s795 e assegurar a quarta posição.

O espanhol Fernando Alonso (69 voltas), com a McLaren, repetiu o 11.º lugar de terça ao marcar 1min31s006, seguido pelo brasileiro Pietro Fittipaldi, neto do lendário Emerson Fittipaldi, que também reeditou o resultado do primeiro dia de testes no Bahrein ao finalizar em 12.º, com o tempo de 1min31s209.
 
A terceira etapa da Fórmula 1, o GP da China, vai ser disputada no próximo dia 14 no circuito Internacional de Xangai. A principal categoria do automobilismo vai festejar a corrida de número 1.000 de sua história nesta prova.
 
A liderança do campeonato hoje é do finlandês Valtteri Bottas, com 44 pontos, um a mais que o britânico Lewis Hamilton, seu companheiro de Mercedes e vencedor do GP do Bahrein no último domingo. Verstappen soma 27, contra 26 do monegasco Charles Leclerc, da Ferrari, estreante na categoria. O tetracampeão Vettel tem 22.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.