Silvia Izquierdo/AP
Silvia Izquierdo/AP

Com direito a champanhe, McLaren 'invade' pódio e improvisa festa para 3º lugar de Sainz

Espanhol herda posição após Hamilton ser punido e improvisa festa para marcar primeiro pódio da carreira

Felipe Rosa Mendes, O Estado de S. Paulo

17 de novembro de 2019 | 19h36

O espanhol Carlos Sainz Jr. viveu situação inédita neste domingo. Pela primeira vez em sua carreira na Fórmula 1, o piloto da McLaren terminou uma corrida entre os três primeiros colocados. A posição, contudo, só foi confirmada minutos depois do fim da prova disputada no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. Sainz herdou o terceiro lugar do inglês Lewis Hamilton, punido por um incidente com o tailandês Alexander Albon.

Mas o anúncio tardio do pódio do espanhol não desanimou o piloto e nem a equipe inglesa. O atleta e dezenas de integrantes da McLaren "invadiram" o pódio e foram comemorar o feito, com direito a banho de champanhe e muita festa.

A celebração não foi por acaso. Sainz obteve um pódio pela primeira vez em sua quinta temporada na Fórmula 1. Se isso não bastasse, ele obteve o feito com uma performance brilhante ao longo da corrida deste domingo após largar em último – no sábado um problema no carro o impediu de deixar os boxes no treino classificatório.

"É um pouco estranho não subir ao pódio [oficialmente] depois da corrida, mas ainda assim estou extremamente feliz. A corrida de hoje foi simplesmente inacreditável. A nossa estratégia de fazer apenas uma parada foi difícil, mas valeu a pena. Parabéns a todo o time!", celebrou o espanhol, nas redes sociais.  

Além do feito pessoal de Sainz, a própria McLaren festejou o fim de um jejum de quase . O time não subia ao pódio desde o GP da Austrália de 2014. O resultado garantiu ao time inglês o quarto lugar no Mundial de Construtores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.