Paul Sancya/AP
Paul Sancya/AP

Com final emocionante, Dan Weldon vence as 500 milhas de Indianápolis

JR Hildebrand bate na última curva e deixa vitória de bandeja para o inglês; Kanaan é o 4.º

AE, Agência Estado

29 de maio de 2011 | 17h11

INDIANÁPOLIS - A centésima edição das 500 milhas de Indianápolis teve, neste domingo, provavelmente o desfecho mais improvável de sua história com a vitória do inglês Dan Wheldon. O novato norte-americano JR Hildebrand, de 23 anos, liderava a prova até a última curva, com significativa liderança sobre o segundo colocado. Praticamente sem combustível, ele tentava levar o carro até a linha de chegada, mas bateu forte no muro ao entrar na reta.

Com o carro destruído e desgovernado, ele foi desacelerando, raspando o muro, até a linha de chegada, mas acabou ultrapassado nesse meio de caminho por Wheldon, que herdou a vitória. Hildebrand ainda conseguiu ficar com uma histórica segunda posição.

O melhor brasileiro foi Tony Kanaan, que fez uma corrida de recuperação após largar em 23.º e completou a prova em quarto lugar. Voltas antes do fim, ele chegou a ser o segundo colocado. Esse foi o melhor resultado dele nas 500 milhas desde 2004.

Os demais brasileiros não chegaram a lutar pelas primeiras posições em nenhum momento da prova. Vitor Meira foi o 15.º; Helio Castroneves, o 17.º; e Bia Figueiredo terminou em 21.º.

Apesar das constantes trocas de líder, o escocês Dario Franchitti foi quem mais ficou à frente, puxando a fila em quase toda a primeira parte da prova, só perdendo a liderança em uma bandeira amarela.

A dez voltas do fim, o australiano Scott Dixon, que liderava, teve que parar nos boxes e a liderança ficou com o belga Bertrand Baguette. Depois de mais seis voltas, ele também teve que entrar para reabastecer e abriu espaço para Hildebrand quase vencer a prova. Dixon acabou em sexto.

FÓRMULA INDY 2011 – 500 MILHAS DE INDIANÁPOLIS

CLASSIFICAÇÃO FINAL

1.º – Dan Wheldon (ING/Bryan Herta), 2h56min11s7267, 200 voltas

2.º – JR Hildebrand (EUA/Panther), a 2s1086

3.º – Graham Rahal (EUA/Ganassi), a 5s5949

4.º – Tony Kanaan (BRA/KV-Lotus), a 7s4870

5.º – Oriol Servià (ESP/Newman-Haas), a 8s8757

6.º – Scott Dixon (NZL/Ganassi), a 9s5434

7.º – Bertrand Baguette (BEL/Rahal-Letterman), a 23s9631

8.º – Tomas Scheckter (AFS/KV), a 24s3299

9.º – Marco Andretti (EUA/Andretti), a 25s4711

10.º – Danica Patrick (EUA/Andretti), a 26s4483

11.º – Ed Carpenter (EUA/Sarah Fisher), a 27s0375

12.º – Dario Franchitti (ESC/Ganassi), a 56s4167

13.º – Charlie Kimball (EUA/Ganassi), a 1 volta

14.º – Will Power (AUS/Penske), a 1 volta

15.º – Vitor Meira (BRA/Foyt), a 1 volta

16.º – Justin Wilson (ING/Dreyer & Reinbold), a 1 volta

17.º – Hélio Castroneves (BRA/Penske), a 1 volta

18.º – Buddy Rice (EUA/Panther), a 2 voltas

19.º – Alex Lloyd (ING/Dale Coyne), a 2 voltas

20.º – Pippa Mann (ING/Conquest), a 2 voltas

21.º – Bia Figueiredo (BRA/Dreyer&Reinbold), a 3 voltas

22.º – John Andretti (EUA/Andretti), a 3 voltas

23.º – Ryan Hunter-Reay (EUA/Andretti), a 3 voltas

24.º – Davey Hamilton (EUA/Dreyer&Reinbold), a 7 voltas

25.º – Paul Tracy (CAN/Dreyer&Reinbold), a 7 voltas

Não terminaram a prova:

Townsend Bell (EUA/Sam Schmidt), acidente, volta 157

Ryan Briscoe (AUS/Penske), acidente, volta 157

Alex Tagliani (CAN/Sam Schmidt), acidente, volta 147

James Hinchcliffe (CAN/Newman/Haas), acidente, volta 99

Jay Howard (ING/Sam Schmidt), acidente, volta 60

Simona de Silvestro (SUI/HVM), abandono, volta 44

Ernesto Viso (VEN/KV-Lotus), acidente, volta 27

Takuma Sato (JAP/KV-Lotus), acidente, volta 20

Volta mais rápida - 40s0593, na volta 169, por Dario Franchitti (ESC/Ganassi)

Mais voltas na liderança - Scott Dixon (NZL/Ganassi), 73

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.