Reuters
Reuters

Com história polêmica na F-1, Flavio Briatore é diagnosticado com covid-19

Ex-dirigente da Benetton e Renault está internado em estado grave no Hospital San Rafaelle, em Milão

Redação, Estadao Conteudo

25 de agosto de 2020 | 20h51

Flavio Briatore, ex-dirigente da Benetton e Renault na Fórmula 1, está internado em estado grave no Hospital San Rafaelle, em Milão, na Itália. Segundo a revista italiana L'Expresso, o empres[ario está sob os cuidados médicos na unidade semi-intensiva.

Briatore criticou nos últimos dias, por intermédio das redes sociais, a prefeitura de Arzachena, cidade de dez mil habitantes na Sardenha, onde é dono de um hotel, sendo contrário às medidas tomadas para controlar a taxa de transmissão do coronavírus na região, às quais chamou de "restritivas".

Briatore fechou o hotel poucos dias antes de ser hospitalizado, após seis funcionários testarem positivo para a covid-19. No total, cerca de 50 empregados estão isolamento.

Briatore ficou marcado pela polêmica envolvendo o brasileiro Nelsinho Piquet e o espanhol Fernando Alonso no GP de Singapura de 2008, quando comandava a Renault. O empresário foi banido da F-1 após ser acusado de mandar Piquet bater seu carro de propósito para favorecer Alonso.

O italiano também foi empresário de pilotos como o australiano Mark Webber, o finlandês Heikki Kovalainen e o italiano Jarno Trulli.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.