Twitter/Ferrari
Twitter/Ferrari

Com larga vantagem, italiano Giovinazzi lidera testes na Hungria pela Ferrari

Piloto italiano dominou as atividades e a liderou com vantagem de incríveis de 2s5 para os concorrentes mais próximos

Estadão Conteúdo

31 de julho de 2018 | 17h03

O italiano Antonio Giovinazzi sobrou no primeiro dia de testes coletivos da Fórmula 1 no Hungaroring, circuito que no fim de semana foi palco do GP da Hungria. Nesta terça-feira, o piloto de testes da Ferrari dominou as atividades e a liderou com vantagem de incríveis de 2s5 para os concorrentes mais próximos.

+ Confira a classificação da Fórmula 1

A Ferrari era a favorita a vencer o GP da Hungria no último domingo, mas a chuva na sessão de classificação, no sábado, mudou o rumo da prova, que acabou sendo vencida pelo britânico Lewis Hamilton, que faturou a pole position e venceu a corrida pela Mercedes, com os pilotos da equipe italiana - Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen - completando o pódio.

Nesta terça-feira, então, a Ferrari voltou a exibir ritmo forte ao cravar o tempo de 1min15s648 com Giovinazzi, uma marca mais de 0s5 mais rápida do que qualquer outra registrada em todo o fim de semana do GP da Hungria, sendo que o final da sessão foi atrapalhado pela chuva.

O sueco Marcus Ericsson, da Sauber, que foi o 15º colocado na prova de domingo, fechou o dia na segunda posição, com 1min18s155. Logo depois, veio o neozelandês Brendon Hartley, 11º no GP da Hungria e piloto que mais deu voltas nesta terça-feira - 126 -, sendo 1min19s251 a melhor delas.

Também com mais de cem giros registrados - 107 -, o britânico Lando Norris, que faz parte do programa de jovens pilotos da McLaren, foi o quarto mais rápido, à frente do compatriota George Russell, que testou pela Mercedes, e do australiano Daniel Ricciardo, que só deu uma volta a menos do que Hartley nesta terça-feira pela Red Bull e ficou na quarta posição na prova de domingo.

O canadense Nicholas Latifi, piloto de testes da Force India, garantiu o sétimo lugar, seguido pelo alemão Nico Hulkenberg, da Renault, e do britânico Oliver Rowland, pela Williams. E o indonésio Sean Gelael foi o mais lento do dia, pela Toro Rosso.

Os testes coletivos da Fórmula 1 no Hungaroring prosseguem nesta quarta-feira. As principais atrações do dia serão o finlandês Kimi Raikkonen e o polonês Robert Kubica.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.