Carlos Jasso/Reuters
Carlos Jasso/Reuters

Com mais 1 ano de contrato, Hamilton indica que deve renovar com a Mercedes

Britânico está a apenas quatro pontos de conquistar seu sexto título da Fórmula 1

Redação, O Estado de S.Paulo

01 de novembro de 2019 | 09h46

O piloto Lewis Hamilton, que está a apenas quatro pontos de conquistar seu sexto título da Fórmula 1, afirmou nesta quinta-feira que deseja renovar seu contrato com a Mercedes, que terminará no final da próxima temporada.

No entanto, o britânico reconheceu que terá que se adequar a nova realidade da F-1, que anunciou seu novo teto orçamentário de US$ 175 milhões (697 milhões) que estará em vigor a partir de 2021 e que visa reduzir o grande abismo existente entre as equipes de maiores e menores investimento.

"Eu planejo ficar aqui, então em algum momento no próximo ano minha mentalidade será mudar para o que enfrentarei em 2021, e quero ser pioneiro nessa época", afirmou o piloto, durante entrevista coletiva para o Grande Prêmio dos Estados Unidos, que será realizado no próximo domingo.

Além do novo teto, a F-1 apresentou hoje mudanças no regulamento para daqui a duas temporadas, focadas na concepção dos carros, que serão projetados de forma que proporcionem corridas mais competitivas.

O piloto britânico disse estar interessado em fazer parte das mudanças para melhorar o espetáculo. "Sempre gostei de desafios e esta equipe mostrou que está bem preparada para reagir a todas as mudanças", afirmou. /com informações da EFE  

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.