Amanda Perobelli/Pool/AFP
Amanda Perobelli/Pool/AFP

Com pole como trunfo no Brasil, Verstappen busca 3º lugar geral na Fórmula 1

Holandês da Red Bull tem como meta de fim da temporada ultrapassar Charles Leclerc na classificação

Felipe Rosa Mendes, O Estado de S. Paulo

17 de novembro de 2019 | 08h00

Contando com o trunfo de largar na pole position, Max Verstappen quer confirmar neste domingo, no GP do Brasil, onde costuma se destacar, a boa fase para desbancar Charles Leclerc e terminar o Mundial de Pilotos da Fórmula 1 na terceira colocação geral. Se isso acontecer, será sua melhor posição em sua trajetória no campeonato. A corrida no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, terá início às 14h10.

Verstappen briga com o rival monegasco e com o alemão Sebastian Vettel, também da Ferrari, pelo terceiro lugar na temporada. Leclerc ocupa a desejada posição no momento, com 249 pontos, enquanto o piloto da Red Bull soma 235 e Vettel, 230. O inglês Lewis Hamilton já garantiu o hexacampeonato e o finlandês Valtteri Bottas, também da Mercedes, já assegurou o vice-campeonato.

O holandês assume a terceira posição geral se vencer neste domingo. Para tanto, tem a seu favor o retrospecto recente dos poles em São Paulo. Dos últimos seis GPs disputados em Interlagos, a vitória ficou com o pole em cinco corridas.

Além disso, Verstappen tem bom histórico na corrida brasileira. No ano passado, só não venceu porque foi atrapalhado pelo francês Esteban Ocon. Ele acertou o holandês, então líder da prova, quando era retardatário. O piloto da Red Bull terminou a prova em segundo lugar, atrás somente de Hamilton. Em 2016, ele também brilhou em Interlagos ao terminar em terceiro lugar ao fazer grande corrida de recuperação sob forte chuva. No ano seguinte, foi o quinto colocado.

"Nós temos evoluído a cada temporada. No último ano fomos bem em Interlagos. Neste ano, aprendemos com os erros e podemos ir melhor", disse o piloto, no sábado.

Verstappen, contudo, terá que fazer melhor exibição ao largar da pole em comparação à última vez em que saiu da primeira posição. Logo em sua primeira pole da carreira, no GP da Hungria deste ano, ele largou mal, perdeu seguidas posições e terminou na segunda colocação em Budapeste.

A largada será decisiva para o holandês porque ao seu lado estará Vettel, seu rival direto na briga pelo terceiro lugar geral da temporada. Em seguida, vem Hamilton. Leclerc obteve o quarto melhor tempo do treino classificatório, mas largará apenas do 14º posto porque sofreu punição ao trocar o motor para o GP brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.