Ahmed Djadallah / Reuters
Ahmed Djadallah / Reuters

Com problemas no carro, Ricciardo se diz preocupado com futuro na Red Bull

Australiano não deseja ser segundo piloto da equipe em 2018

Estadão Conteúdo

27 Novembro 2017 | 11h50

Com seguidos problemas técnicos em seu carro, Daniel Ricciardo vê com preocupação o seu futuro na Red Bull. Em meio às falhas do monoposto, o piloto australiano se sente ameaçado pelo protagonismo recente do holandês Max Verstappen, seu companheiro de time na Fórmula 1.

+ Massa dá adeus à F-1 com 'sensação maravilhosa' e não descarta ter cargo na FIA

+ Chefe da Mercedes exalta domínio em Abu Dabi, mas já projeta temporada 2018

No domingo, Ricciado não conseguiu completar o GP de Abu Dabi, o último do ano, por conta de um problema hidráulico no seu carro. Foi o terceiro abandono nas últimas quatro provas na temporada.

Insatisfeito com as falhas, Ricciardo indicou que pode repensar o seu futuro na equipe. Ele tem contrato somente até o fim de 2018. "Os melhores anos da minha carreira serão provavelmente os que virão pela frente, na vigência do próximo contrato. Então tenho que ter certeza de que vou maximizar minha habilidade de pilotar no futuro", afirmou.

O australiano avisou que não pretende ser o piloto número dois da equipe, atrás de Verstappen, em razão dos bons resultados que vêm obtendo nos últimos anos. "Tenho certeza de que haverão algumas discussões nas próximas duas semanas, principalmente com a equipe", disse Ricciardo.

"Não será uma questão sobre proposta de renovação e valores, mas, sim, sobre quem terá o melhor carro para 2019", revelou o piloto.

Ricciardo revelou que pretende obter nas próximas reuniões algum indicativo sobre o futuro de sua situação na equipe. "Depois de eu sair de férias, para o Natal e Ano Novo, vou desligar o botão do automobilismo em mim. Mas antes disso eu gostaria de ter algumas informações."

Apesar dos recentes problemas técnicos, o australiano terminou o Mundial de Pilotos à frente do companheiro de equipe. Ricciardo obteve 200 pontos, na quinta colocação geral. Verstappen, também com dificuldades técnicas ao longo da temporada, vem logo na sequência, no sexto posto, com 168 pontos. Somente os pilotos da Mercedes e da Ferrari terminaram à frente da dupla da Red Bull no campeonato.

Mais conteúdo sobre:
Fórmula 1 Red Bull Daniel Ricciardo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.