Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Com Ralf, Williams prevê vitória na Hungria

A FIA reiterou a condenação a Ralf Schumacher, da Williams, pelo acidente na largada do GP da Alemanha, dia 3, mas em vez de confirmar a perda de dez posições do grid na prova de domingo, no circuito Hungaroring, apenas o multou em US$ 50 mil. ?Eu não contava com essa decisão, mas estou muito feliz com ela", disse nesta quarta-feira o piloto alemão. Frank Williams, sócio da escuderia, comentou. ?A substituição da pena por uma multa significa que podemos competir na Hungria em condições de lutar pela vitória nos dois campeonatos." Nesta quarta-feira à noite, por volta das 23 horas, a temperatura na capital húngara era de 26 graus e a previsão para o fim de semana é de que permaneça na casa dos 30 graus durante o dia. Como o histórico das corridas disputadas sob calor intenso é bastante favorável aos times que usam pneus Michelin, caso da Williams, Ralf Schumacher pode ser considerado desde já, uma vez que sua posição no grid será mantida, um dos principais candidatos a vencer a 13ª etapa do Mundial, em Budapeste. E se isso acontecer, entrará de novo na luta pelo título, junto de seu companheiro, Juan Pablo Montoya, de péssimo retrospecto na prova, Michael Schumacher, Ferrari, o líder, e Kimi Raikkonen, McLaren. ?Não tive como perceber a presença dos dois pilotos (Kimi Raikkonen e Rubens Barrichello) atrás de mim antes do choque", disse Ralf ao Tribunal de Apelação da FIA, terça-feira. Seu argumento acabou sendo aceito, a ponto de atenuar a punição que lhe foi imposta pelos comissários desportivos do GP da Alemanha. ?O julgamento foi justo e transparente", revelou Frank Williams. O resultado de Ralf Schumacher não deixou de ser coerente com o de situações semelhantes experimentadas por outros pilotos. O irmão mais novo de Michael Schumacher já protagonizou momentos bem piores e não foi punido. O ocorrido em Hockenheim, pelos próprios critérios da FIA, poderia se enquadrar muito mais num ?acidente de corrida" que numa manobra irresponsável, geradora de um acidente. Renault - Era já esperado. A equipe francesa oficializou nesta quarta-feira que seus pilotos para 2004 serão os mesmos da atual temporada, Fernando Alonso e Jarno Trulli. ?Temos grandes planos para o próximo campeonato e Alonso e Trulli são os pilotos certos para atingirmos esses objetivos", afirmou Flavio Briatore, diretor da Renault e empresário dos dois pilotos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.