Reuters
Reuters

Com recorde na Hungria, Hamilton faz história e conquista 90ª pole na Fórmula 1

Com um desempenho impecável, britânico anota melhor tempo do circuito de Hungaroring ao registrar 1min13s477

Redação, Estadão Conteúdo

18 de julho de 2020 | 12h00

Lewis Hamilton segue fazendo história na fórmula 1. O hexacampeão mundial, que só tem menos vitórias e títulos na categoria que o alemão Michael Schumacher, dominou a sessão classificatória para o GP da Hungria neste sábado e cravou a 90ª pole da carreira.

Com um desempenho impecável, Hamilton quebrou o recorde do circuito de Hungaroring, em Budapeste, ao registrar 1min13s477 na parte decisiva do treino, para conquistar mais uma pole e desbancar o seu companheiro de equipe Valtteri Bottas, que chegou em segundo, completando a dobradinha da Mercedes. O finlandês é o atual líder do campeonato.

"Tenho que me beliscar (para acreditar que cheguei a 90 poles). Tenho muito a agradecer. O Valtteri (Bottas) nunca facilita a minha vida", disse o piloto inglês, que já venceu sete vezes na Hungria e busca o oitavo triunfo para igualar Schumacher no número de vitórias em uma mesma pista - o alemão triunfou oito vezes na França. O hexacampeão também busca a 86ª vitória na carreira, o que o deixaria a apenas cinco de igualar o recorde do ex-piloto da Ferrari.

O canadense Lance Stroll também se destacou na sessão classificatória e vai largar em terceiro, melhor posição de largada do piloto da Racing Point desde o segundo lugar no GP da Itália de 2017. O quarto posto ficou com o mexicano Sergio Pérez, o que fez a Racing Point colocar seus dois carros na segunda fila na Fórmula 1 pela primeira vez.

Os carros da Ferrari mostraram evolução neste fim de semana em relação às etapas anteriores e ocupam a terceira fila, com o alemão Sebastian Vettel em quinto e o monegasco Charles Leclerc em sexto. É a primeira vez que a escuderia italiana terá seus dois pilotos entre os dez primeiros do grid de largada nesta temporada.

A Red Bull não teve um desempenho satisfatório por enquanto na Hungria, de modo que o holandês Max Verstappen vai largar apenas na sétima colocação, à frente do jovem inglês Lando Norris e do espanhol Carlos Sainz, ambos da McLaren. O francês Pierre Gasly, da AlphaTauri, completa a lista dos dez primeiros colocados.

A largada do GP da Hungria, a terceira etapa da temporada de 2020 da Fórmula 1, será às 10h10 (horário de Brasília) deste domingo.

Confira o grid de largada do GP da Hungria:

1º) Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) - 1min13s447

2º) Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) - 1min13s554

3º) Lance Stroll (CAN/Racing Point) - 1min14s377

4º) Sergio Pérez (MEX/Racing Point) - 1min14s545

5º) Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) - 1min14s774

6º) Charles Leclerc (MON/Ferrari) - 1min14s817

7º) Max Verstappen (HOL/Red Bull) - 1min14s849

8º) Lando Norris (GBR/McLaren) - 1min14s966

9º) Carlos Sainz (ESP/McLaren) - 1min15s027

10º) Pierre Gasly (FRA/Alphatauri) - sem tempo no Q3

------------------------------------------------------

11°) Daniel Ricciardo (AUS/Renault) - 1min15s661

12º) George Russell (GBR/Williams) - 1min15s698

13º) Alexander Albon (TAI/Red Bull) - 1min15s715

14º) Esteban Ocon (FRA/Renault) - 1min15s742

15º) Nicholas Latifi (CAN/Williams) - 1min16s544

------------------------------------------------------

16º) Kevin Magnussen (DIN/Haas) - 1min16s152

17º) Daniil Kvyat (RUS/Alphatauri) - 1min16s204

18º) Romain Grosjean (FRA/Haas) - 1min16s407

19º) Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo) - 1min16s506

20º) Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo) - 1min16s614

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.