Hamad Mohammed/Reuters
Hamad Mohammed/Reuters

Com tempo bom, Pirelli aprova testes da Fórmula 1 no Bahrein

Fornecedora de pneus fica satisfeita por causa da boa quilometragem acumulada por várias equipes

Agência Estado

22 de fevereiro de 2014 | 19h41

SAKHIR - Depois do frio e da umidade em Jerez, a temperatura mais amena no Circuito de Sakhir agradou a Pirelli nos testes desta semana. O diretor esportivo da fornecedora de pneus da Fórmula 1, Paul Hembery, ficou satisfeito com o desempenho no Bahrein, principalmente por causa da boa quilometragem acumulada por várias equipes.

"Os times puderam aprender mais sobre os pneus nos quatro dias dos testes no Bahrein do que em Jerez, há duas semanas, graças às ótimas condições climáticas", aprovou Hembery, referindo-se ao tempo seco e aos 20 graus que predominaram no Circuito de Sakhir. As melhores condições permitiram às equipes fazer simulação de corridas e testes de treinos e pit stops.

"Embora as equipes ainda estejam comparativamente no ponto inicial do desenvolvimento dos carros, os testes de dados indicam que os pneus de 2014 são mais consistentes e duráveis que os anteriores", disse o representante da Pirelli, alvo constante de críticas em 2013 por causa da alta degradação dos compostos fornecidos pela empresa. "Como resultado, temos visto menos detritos de borracha na pista: este era um dos nossos objetivos no início da temporada."

Hembery acredita agora que as equipes vão conseguir dar um bom salto na preparação dos seus carros na terceira e última bateria de testes da pré-temporada, entre os dias 27 de fevereiro e 2 de março, novamente no Bahrein. "As equipes terão mais chance de aperfeiçoar suas performances e compreender melhor o pacote carro-pneu no teste que virá", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Pirellitestesvelolcidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.