Vincent Jannik/AFP
Vincent Jannik/AFP

Com tempo recorde, Maverick Viñales crava a pole na etapa da Holanda de MotoGP

Melhor em três das quatro sessões de treinos no circuito de Assen, piloto surpreendeu com o incrível tempo de 1min31s814

Redação, Estadão Conteúdo

26 de junho de 2021 | 16h00

Uma semana após ser o último colocado em Sachsenring, na Alemanha, o espanhol Maverick Viñales se redimiu em grande estilo na MotoGP. Com recorde da pista, será o pole position em Assen, na etapa da Holanda, neste domingo.

Melhor em três das quatro sessões de treinos no circuito de Assen, Viñales surpreendeu com o incrível tempo de 1min31s814. Líder do Mundial e companheiro de equipe do espanhol, o francês Fabio Quartararo larga na segunda colocação com sua Yamaha, seguido pelo italiano Francesco Bagnaia, da Ducati, em terceiro.

"Isso tem de ser normal todo fim de semana", disse Viñales. "Estamos em um grande nível e a confiança é alta, mas a única coisa é que nas outras pistas não encontramos o caminho. Desde o primeiro treino notei muita aderência. O problema é que, quando não temos aderência, não podemos melhorar", seguiu.

Viñales garante que o trabalho é o mesmo das etapas anteriores, mas que deu certo desta vez. Ele foi tão bem que espera ganhar a primeira na temporada. "Este fim de semana não toquei em nada na moto. Desde que começamos, o trabalho é perfeito. Tenho boas chances amanhã e espero dar o meu melhor desde a primeira à última volta."

A 12ª pole na carreira, contudo, só foi confirmada graças a um erro de Quartararo no fim. Depois de somar a melhor parcial em dois setores do circuito de Assen, o francês cometeu um leve erro e ficou 0s071 atrás. A largada da prova será às 9 horas (de Brasília) neste domingo.

Miguel Oliveira, vencedor na Alemanha e vindo de três pódios seguidos, larga na segunda fila com o sexto melhor tempo. O português promete reabilitação para incomodar o líder Quartararo na briga pela liderança e título da temporada.

Quem não teve um bom desempenho na classificação foi Marc Márquez, um dia após acidente assustador com decolagem na sexta-feira. O piloto da Honda fez um treino bem ruim e acabou amargando apenas o 20° lugar no grid, sua pior posição de largada da história.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.