David Vincent/AP
David Vincent/AP

Com Toyota, Fernando Alonso ganha em Le Mans pelo segundo ano consecutivo

Piloto espanhol conta com a sorte e vê vitória cair no colo com problema de rivais no fim da prova

Redação, Estadão Conteúdo

16 de junho de 2019 | 11h06

Fernando Alonso, Sébastien Buemi e Kazuki Nakajima, com Toyota, conquistaram, neste domingo, pelo seu segundo ano consecutivo a vitória nas 24 Horas de Le Mans, após grande disputa com José María 'Pechito' Lopez, Kamui Kobayashi e Mike Conway, também da Toyota, que terminaram na segunda posição.

Com menos de duas horas para o fim da 87ª edição da tradicional corrida, o Toyota número 7 dirigido pelo argentino 'Pechito' López teve um furo no pneu e, depois, o câmbio travado na terceira marcha, quando estava na liderança. Os problemas deram oportunidade para o japonês Nakajima assumir o primeiro lugar com o Toyota número 8 e terminar com 15 segundos de vantagem, após 385 voltas.

Bicampeão mundial de Fórmula 1 (2005 e 2006), Fernando Alonso sonha em conquistar a tríplice coroa do automobilismo, que reúne vitórias em Indianápolis, GP de Mônaco de F-1 e em Le Mans. Vencedor em Montecarlo em 2006 e 2007, o espanhol precisa obter o primeiro lugar na tradicional prova da Indy.

Até hoje apenas o britânico Graham Hill, bicampeão de F-1 (1962 e 1968) obteve este feito, ao ganhar Indianápolis ,em 1966; Le Mans, em 1972; e Mônaco nos anos de 1963, 1964, 1965, 1968 e 1969.

O automobilismo brasileiro também foi muito bem representado em Le Mans, neste domingo. André Negrão venceu na LMP2, Daniel Serra na LMGTE-PRO e Felipe Fraga, na sua estreia, ganhou na LMGTE-AM.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.