Coma e Al-Attiyah chegam ao último dia do Dakar com título nas mãos

Só um grande imprevisto pode impedir que Marc Coma, nas motos, e Nassser Al-Attiyah, nos carros, sejam os grandes campeões do Rally Dakar. Tanto o espanhol quanto o catariano chegam ao último dia do rali mais tradicional do mundo, neste sábado, com considerável vantagem sobre seus rivais mais próximos.

Estadão Conteúdo

16 de janeiro de 2015 | 16h41

Na última etapa do Dakar serão apenas 174 quilômetros cronometrados entre Rosário e Buenos Aires, na Argentina, em traçado que não exige muito de pilotos e máquinas. A regularidade de Coma (quatro vezes campeão) e Al-Attiyah (vencedor em 2011) também mostra que eles dificilmente erram.

Nesta sexta-feira foram 298km de especial entre Termas Rio Hondo e Rosário e os dois líderes gerais preferiram administrar a vantagem confortável que têm. Ponteiro desde a segunda das 12 etapas já realizadas, Al-Attiyah (Mini) foi o quarto colocado desta sexta-feira, mas a menos de 2 minutos do primeiro colocado.

Assim, ele chega à etapa final com 35min39s de vantagem sobre o sul-africano Giniel de Villiers (Toyota). O polonês Krzysztof Holowczyc (Mini), mais de uma hora e meia do líder, tem o terceiro lugar praticamente garantido.

Entre as motos, Coma contou com a sorte durante o Dakar. Viu o então líder, o também espanhol Joan Barreda Bort, ter uma série de problemas na etapa de segunda-feira e na quinta foi beneficiado pela punição ao vice-líder português Paulo Gonçalves, por trocar motor.

Assim, Coma chega à última etapa com 17min49s de vantagem sobre Gonçalves, que punido com 16 minutos no total. O australiano Toby Price (KTM) venceu a etapa desta sexta-feira, com seis minutos de folga sobre Coma, e agora está a 25min18 do líder. Em quarto, outro piloto da KTM: o chileno Pablo Quintanilla (a 36min57s).

Tudo o que sabemos sobre:
automobilismoRally Dakar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.