Companheiro de Alonso, Hamilton bate e destrói sua McLaren

Os treinos privados desta quinta-feira da McLaren, no circuito espanhol da Comunidade Valenciana Ricardo Torno, quase acabaram em tragédia. Enquanto todos direcionavam a atenção para o bicampeão Fernando Alonso, o inglês Lewis Hamilton, de 22 anos, saiu da pista e destruí parte de seu carro.Apesar do modelo MP4/22 ter ficado bastante danificado, o inglês não sofreu nenhum ferimento grave. No entanto, ele não poderá mais treinar ao longo desta semana, uma vez que os mecânicos da McLaren não conseguirão recuperar o seu veículo.As causas do acidente ainda serão investigadas pela McLaren. Enquanto esteve na pista, Hamilton marcou o tempo de 1min12s596 para a melhor de suas 33 voltas, bem distante de Alonso, que realizou a mais rápida de suas 76 passagens pelo circuito em 1min11s698.Desta forma, a última jornada de treinos da McLaren em Valência, que acontecerá nesta sexta-feira, só contará com a presença de Alonso, que busca ajustar o seu carro para a estréia, que será no dia 18 de março, com o Grande Prêmio da Austrália.

Agencia Estado,

25 de janeiro de 2007 | 15h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.