Companheiro de Rubinho, Button descarta pódio na Austrália

O piloto inglês Jenson Button, companheiro do brasileiro Rubens Barrichello na Honda, contou nesta quinta-feira que acredita que sua equipe não tem nenhuma chance de vitória no Grande Prêmio da Austrália, a primeira prova do ano da Fórmula 1, que acontecerá no próximo domingo.Button, atualmente com 27 anos, realizou um bom campeonato em 2006, onde conquistou sua primeira vitória (ganhou o GP da Hungria) na categoria após 113 etapas. De quebra, o inglês foi o piloto que mais somou pontos nas últimas seis provas.Entretanto, a Honda não conseguiu manter o bom ritmo após o fim da temporada. Neste ano, a equipe ficou entre as últimas nos treinos da pré-temporada. "Não é uma boa forma de começar. Chegar com um carro que não luta por vitórias machuca", disse Button."Eu não consigo me imaginar largando entre os 10 primeiros. Acho que se fizermos uma boa corrida, porque somos bastante resistentes e algumas equipes não são, posso terminar no top 10. Mas estou ciente de que não vou estar no pódio nem ganhar nada."A Honda, que terminou em 4.º lugar no Mundial de 2006, passou por vários problemas durante os testes de pré-temporada, incluindo um acidente com o próprio Button numa prova de kart. "Temos de olhar para as áreas onde estamos mal para trabalhar como as equipes de ponta", pediu o inglês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.