Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão

Confiante, Massa acredita em vitória no GP da Austrália

Piloto brasileiro fará sua estreia na Williams na corrida, que abre a temporada da Fórmula 1

Agência Estado

09 de março de 2014 | 16h09

MELBOURNE - De equipe nova, Felipe Massa está confiante para o começo da temporada da Fórmula 1, no próximo domingo, em Melbourne. Depois da boa performance da Williams nos testes coletivos da pré-temporada, quando o carro mostrou confiabilidade e velocidade, o piloto brasileiro acredita que pode estrear com vitória no GP da Austrália.

"Continuo acreditando que a equipe mais forte no momento é a Mercedes, mas eu acho que existe uma chance sim, existe uma possibilidade de vencer", disse Massa, em entrevista neste domingo à TV Globo. Para ele, além da Mercedes e da própria Williams, outras três equipes têm chances de conquistar o pódio na corrida de abertura do campeonato: Force India, McLaren e "talvez até" a Ferrari, disse o piloto, que revelou ter carinho pela escuderia italiana, onde correu por oito temporadas.

Depois de tanto tempo correndo pela Ferrari, o brasileiro contou que ainda está se acostumando às mudanças e que, às vezes, se confunde na entrada dos boxes. Mesmo se referindo à antiga equipe com carinho, ele revelou que a mudança lhe fez bem. "Eu estou muito bem, feliz, livre, me sentindo muito aliviado. Parece que eu tirei um peso de dentro de mim", admitiu.

Agora como piloto principal, ao contrário do que acontecia na Ferrari, Massa fez uma boa pré-temporada na Williams, que está evoluindo em relação ao campeonato de 2013, quando amargou o antepenúltimo lugar no Mundial de Construtores. Na última semana de testes, no Bahrein, o brasileiro fez a volta mais rápida, superando a marca do alemão Nico Rosberg, da Mercedes, registrada na mesma pista na semana anterior. "Isso mostra que o carro é competitivo e está num ótimo momento, comparando com as outras equipes. Se é o carro mais rápido ou não, eu acho que ainda é difícil de dizer, mas talvez seja o carro mais confiável", avaliou.

Além do próprio desempenho, o piloto brasileiro conta ainda com contratempos que outras equipes estão enfrentando. Atual tetracampeã, a Red Bull teve resultados ruins nos testes. "Não só a Red Bull, mas todas as equipes que usam motor Renault estão sofrendo e apanhando em um momento com poucos dias de testes. Então, isso pode, sem dúvida, fazer um efeito nas primeiras corridas", avisou Massa.

Mesmo assim, Massa lembrou que estes contratempos são momentâneos e que os adversários vão se recuperar com o tempo. "Acredito que eles vão chegar lá, lógico. E a gente não pode nunca tirar a Red Bull das equipes principais, até porque carro de corrida eles sabem fazer", explicou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.