Conformado, Rosberg diz que Hamilton mereceu título

Piloto alemão da Mercedes termina apenas em 14º no GP de Abu Dabi após passar por problemas mecânicos durante a corrida

Estadão Conteúdo

23 de novembro de 2014 | 15h29

Protagonista de seguidas polêmicas com Lewis Hamilton durante a temporada, Nico Rosberg mostrou espírito esportivo ao fim do GP de Abu Dabi, que garantiu o título do Mundial de Pilotos da Fórmula 1 ao rival e companheiro de Mercedes. O alemão afirmou que Hamilton foi o "melhor piloto do campeonato" e "mereceu vencer".

"Ele mereceu vencer hoje e mereceu o título. Neste ano ele foi um pouquinho melhor que eu e mereceu totalmente ser campeão. Foi o melhor piloto do grid", disse Rosberg, que não se esquivou de cumprimentar Hamilton ao fim da prova, apesar dos atritos vividos com o inglês durante todo o campeonato. O alemão também posou para fotos com a equipe e o bicampeão.

Mesmo assim, não deixou de lamentar a chance perdida neste domingo. Para levar o troféu, Rosberg precisaria vencer a corrida e ainda torcer para Hamilton não passar do terceiro lugar. O alemão, contudo, foi superado por Hamilton logo na largada e depois sofreu com problemas mecânicos que acabaram com qualquer chance de título.

"Estou muito decepcionado, havia uma boa chance hoje aqui. Mas simplesmente não deu certo. Foi uma pena. Tive um fim de semana muito intenso, muito especial", comentou, antes de fazer uma avaliação sobre sua temporada. "Tivemos uma grande batalha, e é assim que funciona o automobilismo. Foi fantástico. Ter um carro como este foi inacreditável."

Depois de disputas intensas dentro da pista e polêmicas fora dela, Rosberg já começou a pensar na próxima temporada. E o alemão prevê novos duelos com Hamilton. "Não será fácil melhorar e encontrar uma energia extra, mas sei onde preciso melhorar e vou me aplicar nelas."

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP de Abu DabiNico Rosberg

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.