Contratação de Alonso não é desejo da Ferrari, diz presidente

Contratar Fernando Alonso para serparceiro do campeão mundial Kimi Raikkonen não seria desejável,disse o presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo. Alonso negou este mês que tenha uma cláusula de liberaçãoem seu contrato com a Renault que o permitiria trocar a equipepela Ferrari no final da temporada da Fórmula 1. Entretanto, o espanhol bicampeão do mundo disse quecontratos são "muito flexíveis", visto que ele deixou a McLarenno ano passado. O início de temporada complicado de Felipe Massa, até avitória no último Grande Prêmio, no Barein, aumentou asespeculações sobre a transferência de Alonso. Mas agora Montezemolo disse que Alonso não seria o pilotoideal para a equipe. "Ter uma dupla formada por Raikkonen-Alonso seria correrriscos demais. Quero dois pilotos iguais que trabalhem juntos",disse o presidente ao jornal Gazzetta dello Sport destaterça-feira. Montezemolo também disse que passará a dedicar mais tempo àFerrari após ter deixado a entidade italiana da indústria. (Por Mark Meadows)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.