Corinthians terá carro na Fórmula Superliga

Na competição, os veículos representam clubes de futebol do mundo inteiro; onze equipes estão confirmadas

30 de janeiro de 2008 | 19h33

O Corinthians confirmou oficialmente nesta quarta-feira que será representado por um carro na disputa da Fórmula Superliga, competição de automobilismo que reúne clubes de futebol e começa em agosto deste ano. Na Fórmula Superliga, os carros representam clubes de futebol do mundo inteiro. Levam as cores e símbolos da agremiação, que, em troca, recebe dividendos por disponibilizar sua marca para a categoria. "O Corinthians está muito feliz em poder expandir a sua área de atuação em uma competição totalmente nova. A Fórmula Superliga é uma grande oportunidade para o Corinthians enfrentar alguns dos maiores nomes do mundo no futebol", disse o presidente do clube, Andrés Sanchez. Até agora, 11 clubes já estão confirmados na competição. E o Corinthians é o segundo brasileiro, depois da entrada do Flamengo. Além deles, fazem parte da categoria: Sevilla (ESP), Milan (ITA), PSV Eindhoven (HOL), Olympiacos (GRE), Porto (POR), Borussia Dortmund (ALE), Anderlecht (BEL), Basel (SUI) e Galatasaray (TUR). "Nós vimos a festa impressionante quando anunciamos a entrada do Flamengo no Brasil. Essa reação realmente nos convenceu de que termos o Corinthians seria muito importante, para o campeonato e para o clube. Agora temos os dois clubes mais populares nessa parte do mundo, uma impressionante legião de torcedores que vai ficar muito empolgada em ver o seu time enfrentar os melhores da Europa nas pistas do mundo todo", afirmou o diretor da Fórmula Superliga, Alex Andreu.  Além da etapa de abertura, em agosto, na Inglaterra, a Fórmula Superliga tem outras cinco etapas confirmadas na temporada de estréia: Alemanha, Bélgica, Itália, Portugal e Espanha. Ainda não há previsão de prova no Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansFórmula Superliga

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.