Arquivo/AE
Arquivo/AE

Coulthard será reserva da Red Bull no GP da Austrália

Além de piloto reserva, piloto escocês será consultor da escuderia e comentarista da BBC

AE, Agencia Estado

25 de março de 2009 | 12h41

MELBOURNE - O escocês David Coulthard, de 37 anos, pode voltar a correr na Fórmula 1. Depois de anunciar sua aposentadoria e ganhar todo tipo de homenagem no GP do Brasil de 2008, ele foi confirmado nesta quarta-feira como piloto reserva da Red Bull, equipe que defendeu até o ano passado.

O veterano pode ter seus trabalhos requisitados caso os titulares Sebastian Vettel e Mark Webber sejam impedidos de correr por problemas físicos ou suspensões. Além de piloto reserva, Coulthard será consultor da equipe e comentarista da BBC, que volta neste ano a transmitir as corridas na Inglaterra.

A possibilidade de o escocês correr neste ano é pequena, mas existe. O australiano Mark Webber ainda não está completamente recuperado de uma fratura na perna direita, e pode ter problemas para pilotar nas primeiras provas do Mundial.

Embora tenha presença confirmada em todas as provas, Coulthard deve exercer a função de reserva apenas no início da temporada. O neozelandês Brendon Hartley, de 19 anos, ainda não conseguiu a superlicença da FIA. Assim que estiver com o documento, espera-se que ele seja efetivado na posição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.