Da Matta liderou GP da 13ª à 29ª volta

Outro piloto brasileiro brilhou neste domingo no GP da Grã-Bretanha, além de Rubens Barrichello, o mineiro Cristiano da Matta, da Toyota, que na sua temporada de estréia na Fórmula 1 liderou a prova da 13ª à 29ª volta, de um total de 60. Manteve atrás de si ninguém menos de Kimi Raikkonen, da McLaren, da 17ª à 29ª volta. "Não tem nada melhor do que andar na frente, tenho agora se tornar isso mais frequente", disse. Cristiano foi sétimo e somou mais dois pontos aos três que possuía.O piloto é realista. "Sabia que não poderia manter-me em primeiro, afinal assumi o primeiro lugar por causa da entrada do safety car pela segunda vez (12ª volta), mas achei que ao menos terminaria numa posição melhor do que larguei (sexto)." Não foi possível em razão de seu carro perder rendimento. "Até um pouco antes do meu segundo pit stop (30.ª volta), minha Toyota vinha muito bem, mas com o asfalto ganhando borracha comecei a sair de frente e perder rendimento." A corrida serviu para mostrar que não há um ponto em particular em que a McLaren é por demais superior à Toyota. "Eles ganham um pouco em tudo, o que dá uma diferença grande no fim. Nas curvas mais velozes é onde abriam mais da gente." O resultado foi importante para a equipe, que se aproxima da Sauber para sair da penúltima colocação entre os construtores. "O lado positivo é que estamos evoluindo, o que dá para acreditar num 2004 bem melhor para o time." Olivier Panis, seu companheiro, foi 11.º.PIZZONIA - Antonio Pizzonia vinha realizando seu melhor corrida desde a estréia, este ano na Austrália, até o motor quebrar, na 32.ª volta. "Mantive-me dentre os dez primeiros no início, apesar de estar com o carro reserva e ter problemas nos comandos do volante", explicou. Se conseguisse manter-se nessa posição teria chances de marcar um ponto ao menos, porque o oitavo colocado, Jenson Button, estava bem atrás dele.

Agencia Estado,

20 de julho de 2003 | 18h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.