Da Matta revela estar mais confiante

Cristiano da Matta, da Toyota, não faz parte do grupo de irá lutar pelo título da Fórmula 1 este ano. Mas seu desempenho no Mundial de estréia, o segundo da sua equipe na categoria, mostrou que ele poderá crescer bastante na competição. Em Silverstone, chegou a liderar a prova por 19 voltas.Nesta quinta-feira, Cristiano falou sobre iniciar uma corrida tendo liderado a anterior. "Claro que aumenta a confiança, mas todos na Toyota têm consciência que foi algo circunstancial também, o que me agradou, pois mostrou que eles têm os pés na terra."No GP da Grã-Bretanha, Cristiano não fez pit stop quando houve a invasão de pista e assumiu o primeiro lugar. Mas é inegável também que foi capaz de manter Kimi Raikkonen, da McLaren, atrás de si o tempo todo. "Não estou seguro de que neste circuito o carro da Toyota será tão eficiente quanto em Silverstone", comentou o piloto mineiro, ao comentar suas chances na etapa da Alemanha, neste domingo, em Hockenheim. "Por causa das ondulações temos de regulá-lo um pouco mais alto e com isso perdemos mais eficiência aerodinâmica que a maioria."

Agencia Estado,

31 de julho de 2003 | 15h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.