Danica Patrick quer participar de teste com carro de Fórmula 1

Norte-americana reabre as portas para convite após recusa há três anos, e Honda seria a mais provável escolha

Redação

01 de maio de 2008 | 10h25

A norte-americana Danica Patrick, piloto da equipe Andretti Green da Fórmula Indy, reabriu as portas nesta quinta-feira para correr com um Fórmula 1. Mais especificamente, ela disse estar interessada em participar de uma sessão de testes por uma equipe da categoria mais importante do automobilismo mundial. Basta convidá-la."Todo piloto que ama correr tem a Fórmula 1 como objetivo máximo na vida, então posso dizer que sim, gostaria. Mas eu não posso falar muito sobre isso porque não tenho um convite real", disse Danica, em entrevista ao site autosport.com. A equipe mais cogitada para lhe ceder a oportunidade seria a Honda, que tem hoje Rubens Barrichello e Jenson Button como pilotos. Já existe uma ligação entre a empresa japonesa e a americana: a Honda é quem fornece motores para a F-Indy. Nick Fry, CEO da equipe japonesa, admite a possibilidade. "Nós não pensamos nisso, mas se Danica estiver interessada e nós quisermos procurar um piloto para testes ficaremos muito felizes em conversar sobre isso", disse.Danica já havia sido cogitada para testar um Fórmula 1, em 2005, mas na época recusou e desde então não foi mais chamada. A Renault é outro time que estaria interessado em convidá-la. A última mulher a correr na categoria foi Giovanna Amati, que começou o Mundial de 1992 pela Brabham, mas não conseguiu se classificar para nenhuma corrida. Na temporada 2008 da Fórmula Indy, Danica, após sua primeira vitória, em Motegi (Japão), se prepara para o poleday das 500 milhas de Indianápolis, que acontece no dia 10. A tradicional corrida no oval americano será no dia 25.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.