Hamad I Mohammed/ Reuters
Hamad I Mohammed/ Reuters

Daniel Ricciardo faz nova aposta caso conquiste pódio com a McLaren

Zak Brown, diretor executivo da equipe de Woking, promete que australiano poderá pilotar carro da Nascar se alcançar a posição

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de abril de 2021 | 13h20

Daniel Ricciardo fez nova aposta caso conquiste uma posição no pódio ao longo da temporada 2021. Dessa vez, o piloto australiano desafiou o diretor executivo da equipe McLaren, Zak Brown, e ganhará o direito de pilotar um carro histórico da Nascar.

Pertencente à coleção do ex-piloto norte-americano, o Wrangler Chevrolet Monte Carlo de 1984 foi pilotado por Dale Earnhardt, um dos ídolos de Ricciardo e que usava o número 3 em seus carros, o mesmo escolhido pelo australiano desde que a Fórmula 1 passou a adotar numeração personalizada. "Conquiste esse pódio para nós, e o volante será todo seu", garantiu Zak Brown.

O bom humor de Daniel Ricciardo é amplamente conhecido no circo da Fórmula 1. Por isso, essa não é a primeira vez que faz uma aposta com o chefe de sua equipe. Pela Renault, o alvo foi Cyril Abiteboul. O francês teria de fazer uma tatuagem, caso o australiano levasse a equipe a uma das três primeiras posição em um Grande Prêmio.

Em 2020, Ricciardo acabou conquistando dois pódios na temporada: no GP de Eifel, em Nürburgring, na Alemanha, ficou com a terceira posição, alcançada novamente duas corridas depois, no GP da Emília-Romagna, em Ímola, na Itália. À época, Abiteboul disse ter cumprido a aposta depois de "algumas cervejas". O piloto de 31 anos terminou a temporada em quinto lugar, seu melhor desempenho em três anos, e viu seu companheiro de equipe Esteban Ocon ficar em 12.º.

Fazendo sua estreia com a McLaren, Ricciardo terminou o GP do Bahrein na sétima posição. A segunda corrida da temporada acontece no dia 18 de abril, em Ímola, na Itália. Em 2021, com motores Mercedes, a equipe britânica busca melhorar seu desempenho em relação ao ano anterior e conquistar no mínimo a mesma posição no campeonato de construtores (terceiro lugar), liderando as escuderias do pelotão intermediário.

Na última temporada, a equipe de Woking conquistou dois pódios. O primeiro veio na corrida inaugural, em Spielberg, no GP da Áustria, onde o britânico Lando Norris conquistou o terceiro lugar. No GP da Itália, em Monza, foi a vez do espanhol Carlos Sainz, hoje na Ferrari, ficando com a segunda posição na prova.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.