Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

De volta a Interlagos, Felipe Massa abre chance de se fixar na Stock Car

Piloto ex-Fórmula 1 estreia na categoria na prova de duplas, no sábado, e fala em 'abrir horizontes' com a experiência

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

07 Março 2018 | 07h00

Depois de 16 temporadas na Fórmula 1, com 11 vitórias em 269 GPs disputados, Felipe Massa testa nesta quarta-feira o início da carreira em outra categoria. O piloto de 36 anos vai andar pela primeira vez de Stock Car, nos treinos para a Corrida de Duplas, em Interlagos. Embora tenha presença garantida apenas na corrida de sábado, ele admite estar aberto à possibilidade de se fixar na competição nacional se aprovar a experiência.

+ Massa tem primeiro contato com carro da Stock Car

+ Massa projeta carreira como dirigente

Massa é a principal atração da etapa de abertura da categoria. Para a prova de sábado, cada um dos 33 pilotos chamou um convidado externo e o ex-piloto da Fórmula 1 atendeu ao chamado do pentacampeão Cacá Bueno para se revezarem ao volante. A responsabilidade do novato é se adaptar ao carro e ajudar o titular na Stock Car a pontuar na abertura do campeonato.

O visitante famoso se despediu da Fórmula 1 no fim do ano passado e tem como um dos interesses na carreira disputar a Fórmula E, categoria de carros elétricos. Porém, a possível oportunidade de entrar na Stock Car não está descartada. 

"A ideia é fazer a primeira corrida e conhecer a Stock, que é uma categoria bacana. Lógico que tenho outras ideias também para mim. Mas essa experiência que vou ter será importante para abrir horizontes e pensar na própria Stock", disse Massa ao Estado.

Hoje o autódromo de Interlagos terá na pista os convidados externos. O treino é a oportunidade para conhecerem o carro e se adaptarem ao estilo de pilotagem da categoria. Para Massa, a data marca o fim de um intervalo de 19 anos em sua vida. Desde 1999 o piloto não disputa uma competição nacional de automobilismo. A última havia sido a Fórmula Chevrolet.

"Correr uma categoria brasileira é uma experiência grande para mim. Estar em Interlagos é sempre uma chance de se aproximar do público e sempre tive um carinho muito grande por correr em casa", disse Massa.

O piloto está ansioso para ter a primeira experiência de pilotagem no carro e entende que o extenso currículo na Fórmula 1 cria situações curiosas. A experiência não lhe tira o frio na barriga e acaba ainda por cativar os concorrentes a quererem superar o adversário famoso. "Em qualquer categoria, correr traz sempre a mentalidade, o trabalho e a adrenalina de competição", explicou.

CAMINHO APROVADO

Rubens Barrichello diz torcer para Massa ficar na Stock Car. O piloto recordista de corridas na Fórmula 1 também iniciou na categoria nacional como convidado. O plano era só disputar três provas. Agora, ele vai iniciar a sexta temporada e já tem um título conquistado, em 2014.

"Espero que o Massa fique. Para isso acontecer, ele vai ter de guiar pela primeira vez e a partir dessa experiência, saber o que quer", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.