Decepcionado, Lewis Hamilton lamenta erro da McLaren

O inglês Lewis Hamilton lamentou a decisão da McLaren de não utilizar o duto especial em seu carro no treino classificatório para o GP da Itália, neste sábado. O líder do campeonato obteve o quinto melhor tempo e largará atrás dos carros da Ferrari e do companheiro Jenson Button.

AE, Agência Estado

11 de setembro de 2010 | 17h19

"Acho que tomamos a decisão errada. Estou um pouco decepcionado. Poderíamos ter ido melhor no treino. Dei 100% no carro, mas simplesmente não tínhamos velocidade hoje. O carro estava deslizando muito em todo o trajeto. Cometemos um erro, mas teremos que nos esforçar amanhã [domingo]", avaliou Hamilton.

Já Jenson Button exaltou a decisão de manter o duto frontal, que aumenta a velocidade do carro nas retas. O inglês se saiu bem nos treinos livres e acabou faturando a segunda posição no grid de largada, no domingo.

"Estou muito feliz pelo nosso desempenho neste final de semana. O carro está muito bem e me sinto confortável com a estabilidade. O benefício real [do duto] será sentido durante a corrida, quando poderemos ter um ritmo mais forte", comentou Button, que agradeceu o apoio dos membros de sua equipe.

"Nosso carro está sempre melhorando. Será uma incrível batalha pela liderança da corrida. Vou buscar a vitória, que será muito importante. Tenho troféu do campeonato na minha casa e quero que ele seja mantido lá", brincou o piloto.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP da ItáliaLewis Hamilton

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.