Werther Santada/AE
Werther Santada/AE

Decisão da F-1 em São Paulo deve ter chuva no domingo

Alonso e Vettel devem decidir o título com pista de Interlagos molhada

AE, Agência Estado

21 de novembro de 2012 | 16h52

SÃO PAULO - A aguardada definição da temporada 2012 da Fórmula 1 deve ganhar um ingrediente extra neste fim de semana. Chuva forte e vento, segundo a previsão de tempo, podem gerar instabilidade na pista de Interlagos na briga pelo troféu envolvendo o alemão Sebastian Vettel e o espanhol Fernando Alonso.

Uma frente fria em São Paulo deve deixar o clima úmido e a pista molhada a partir da tarde de sexta-feira, quando será realizado o segundo treino livre, às 14 horas. No primeiro treino livre, às 10 horas, os pilotos devem encontrar pista seca e temperaturas mais elevadas. 

Será justamente o calor da manhã que deve causar a formação de nuvens no período vespertino. Por causa desta mudança, a temperatura vai alternar bastante durante o dia. A previsão de mínima é de 15ºC, enquanto a máxima será de 32ºC.

De acordo com a Climatempo, uma das principais empresas de meteorologia do Brasil, o tempo deve abrir novamente na manhã de sábado, durante o terceiro treino livre. Mas a trégua vai durar poucas horas. A definição do grid de largada, às 14 horas, terá tempo fechado, com "chuva volumosa e rajadas de vento". A temperatura vai variar entre 18º e 33ºC.

O mau tempo, ainda segundo as previsões, vai persistir por todo o domingo. A chuva constante vai derrubar a temperatura. A máxima não passará de 20ºC, com mínima de 16ºC. Desta forma, o título da temporada 2012 será decidido sobre pista molhada no Autódromo de Interlagos.

Com vantagem de 13 pontos sobre Alonso no campeonato, Vettel garante o tricampeonato na tarde de domingo se chegar pelo menos em quarto lugar. O espanhol, por sua vez, precisa vencer a corrida e torcer para o rival não passar do 5º lugar para também chegar ao seu terceiro título na categoria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.