Deputado diz que circuito espanhol de F-1 viola normas da UE

Willy Meyer diz que reformas previstas não contaram com os estudos de impacto ambiental prévios

Efe

29 de janeiro de 2008 | 17h19

O deputado da União Européia Willy Meyer denunciou nesta terça-feira, à Comissão Européia (CE), que as obras do circuito urbano de Fórmula 1 projetado em Valência descumprem as orientações européias sobre estudos de impacto ambiental.Meyer pediu à Comissão que atue contra o projeto, tendo em vista que as reformas previstas não contaram com os estudos de impacto ambiental prévios à execução de obras de grande escala previstos na legislação européia."Aos previsíveis impactos ambientais devido à poluição acústica, que superará os níveis estabelecidos na legislação sobre barulho, se somam as emissões atmosféricas e a ocupação do antigo leito do rio Turia, que é considerado uma zona de proteção ambiental no atual Plano Geral de Ordenação Urbana de Valência", acrescentou.Meyer pediu à CE - instituição encarregada de velar pelo cumprimento da legislação comunitária - que adote medidas para garantir o respeito às normas neste projeto.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.