Desanimado, Alonso reitera favoritismo da Red Bull

Fernando Alonso evitou criar expectativas nesta sexta-feira e afirmou que a Ferrari terá poucas chances no GP de Cingapura, no domingo. Para o espanhol, a Red Bull e a McLaren continuam sendo as grandes favoritas para a corrida.

AE, Agência Estado

23 de setembro de 2011 | 16h06

"O carro está se comportando mais ou menos como nós esperávamos e a avaliação desta sexta-feira é melhor do que em Monza ou Spa, mas temos que ser realistas e não esperar grandes surpresas: a Red Bull ainda é a favorita aqui e a McLaren também está muito forte", comentou Alonso, comparando Cingapura com as duas últimas etapas da Fórmula 1, na Itália e na Bélgica.

Nem o quarto e o segundo tempo obtidos nos dois treinos livres desta sexta-feira animaram o bicampeão mundial. "Vamos nos esforçar e aproveitar ao máximo cada oportunidade", avaliou.

Já o brasileiro Felipe Massa se mostrou mais otimista em relação à corrida de domingo. "Acho que estamos em melhor forma do que nas últimas duas provas. E, quem sabe, poderemos brigar com os carros da McLaren. Mas, antes, temos que esperar para ver o que acontece no treino de amanhã [sábado]", disse o piloto, que cravou o 6º e 4º tempo nas duas sessões livres do dia.

Ao fim do treino, Massa confessou que sua maior preocupação será o calor durante a corrida. "Pelo que percebi, o calor dentro do cockpit será a tônica. A degradação dos pneus está razoavelmente alta, mas sabemos que as condições da pista podem mudar bastante", avaliou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.