Reprodução/Twitter/FiaFormulaE
Reprodução/Twitter/FiaFormulaE

Di Grassi brilha em Santiago e fatura sua 1ª pole na temporada da Fórmula E

Piloto brasileiro consegue o tempo mais rápido para a corrida marcada para às 17h (de Brasília) deste sábado

Felipe Rosa Mendes, enviado especial / SANTIAGO (CHI), O Estado de S.Paulo

26 Janeiro 2019 | 14h21

Em busca da primeira vitória do Brasil na temporada 2018/2019 da Fórmula E, Lucas di Grassi deu o primeiro passo rumo a esse objetivo, neste sábado, ao faturar a pole position da etapa de Santiago, no Chile. Sob forte calor no Parque O'Higgins, o brasileiro superou os rivais e assegurou a pole position ao anotar o tempo de 1min08s290. A corrida será disputada ainda neste sábado, às 17 horas (de Brasília).

"Foi a melhor volta da minha carreira aqui na F-E", declarou o brasileiro da equipe Audi, logo após confirmar a pole, que pode lhe render três pontos a mais no campeonato se ele terminar a prova. "Você precisa fazer a coisa certa no momento certo, o outros também estavam rápidos. Para a corrida, a história vai ser completamente diferente porque nunca corremos aqui neste parque, com este nível de temperatura e com este carro. E vai forçar todos os sistemas do carro. Vamos começar do zero."

O segundo lugar no grid ficará com o suíço Sebastien Buemi (Nissan), outro que já foi campeão da categoria, assim como Di Grassi. Em terceiro vai largar o alemão Pascal Wehrlein, da equipe Mahindra. O alemão Daniel Abt, companheiro do brasileiro na Audi, será o quarto colocado no grid.

Ainda em processo de adaptação, Felipe Massa vai largar do décimo posto, sua melhor posição no grid da Fórmula E até agora. O brasileiro havia tido desempenho discreto nos treinos livres, também realizados neste sábado, com um 14º e um 16º lugar. Com a décima posição, com o tempo de 1min09s168, ele não conseguiu entrar na briga pela pole position, que reúne os seis pilotos mais rápidos para a disputa da primeira posição no grid - esta colocação rende três pontos no campeonato.

Seu companheiro de equipe na Venturi, o suíço Edoardo Mortara se saiu um pouco melhor. Chegou a figurar entre os seis melhores, mas acabou o treino classificatório com a sétima posição. Tanto Massa quanto Mortara ainda buscam o primeiro ponto no campeonato. A Venturi vem sofrendo com problemas nos freios, que afetaram outras partes do carro na etapa passada, no Marrocos. Segundo o brasileiro afirmou na sexta-feira, a maior parte destas falhas já estaria solucionada.

Massa vai largar na frente do compatriota Nelsinho Piquet, campeão da primeira temporada da Fórmula E. Com 1min09s705, o filho do tricampeão da Fórmula 1 sairá somente do 20º e antepenúltimo posto no grid depois de uma performance abaixo do esperado também nos treinos livres - foi apenas o 16º e o 17º nas duas sessões. O neozelandês Mitch Evans, parceiro de Nelsinho na Jaguar, obteve melhor rendimento: largará do 12º lugar.

Mas a maior decepção do treino classificatório foi o belga Jérôme D'Ambrosio, líder do campeonato. O piloto da equipe Mahindra, vencedor da etapa de Marrakesh, vai largar somente do 21º e penúltimo lugar no grid. O português António Félix da Costa, segundo colocado no campeonato, também terá dificuldade na largada. Sairá do 18º lugar.

A terceira corrida da temporada da Fórmula E será disputada ainda neste sábado, às 17 horas (no horário de Brasília). A etapa seguinte será na Cidade do México, em 16 de fevereiro.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.