Sam Bloxham / LAT Images
Sam Bloxham / LAT Images

Di Grassi e Vergne mantêm cautela antes da definição do título da Fórmula E

Para manter as chances de título até domingo, brasileiro precisa vencer neste sábado e torcer para Vergne não passar do terceiro lugar

Felipe Rosa Mendes, Estadão Conteúdo

12 de julho de 2019 | 18h18

Dois principais candidatos ao título da temporada 2018/2019 da Fórmula E, o brasileiro Lucas di Grassi e o francês Jean-Eric Vergne mantiveram a cautela nesta sexta-feira, véspera da primeira das duas corridas em Nova York que vão encerrar o campeonato, nos Estados Unidos. Os dois pilotos exaltaram a equilibrada temporada e evitaram projetar as duas provas, em que estarão em disputa 58 pontos.

"Temos que nos concentrar no nosso trabalho. Essa diferença é grande, mas a Fórmula E é muito competitiva", comentou o brasileiro, que está 32 pontos atrás do rival francês, o atual campeão da categoria.

Di Grassi preferiu valorizar o seu crescimento na temporada, que considera uma das piores de sua carreira. "Esse provavelmente é um dos meus piores anos na categoria. Porque tivemos vários problemas, fui desclassificado duas vezes, fui tirado da corrida por duas vezes. Foi uma temporada com muitos altos e baixos", analisou o piloto da Audi, um dia antes de ir para a pista para os primeiros treinos da etapa no circuito de rua montado no Porto do Brooklyn.

Para manter as chances de título ao menos até a última corrida, no domingo, Di Grassi precisa vencer e torcer para Vergne não passar do terceiro lugar neste sábado. O francês pode ser campeão mesmo sem pontuar nesta primeira corrida do fim de semana. Basta que Di Grassi não passe do nono posto e isso se o brasileiro somar os quatro pontos extras em disputa - três pela pole position e um pela volta mais rápida na corrida. Se isso não ocorrer, o piloto da Audi precisará terminar ao menos no sexto lugar para adiar o título do rival, desde que Vergne não pontue ao longo do sábado.

"Acho que essa vantagem não vai mudar nada. Não quero virar um matemático neste fim de semana. Vou tentar maximizar nosso carro e todo o nosso pacote", resumiu Vergne, vencedor de três corridas na temporada, contra duas de Di Grassi.

Diplomáticos, o francês e o brasileiro preferiram exaltar a competitividade do campeonato nesta temporada, que começou com oito pilotos diferentes vencendo as oito primeiras etapas. Como consequência, o mesmo número de competidores que pode ser campeões no domingo, embora com diferenças consideráveis de pontuação entre eles.

"Acho que isso é ótimo para o campeonato. Temos oito candidatos ao título, é quase um terço do grid. Estou impressionado como a Fórmula E está competitiva neste ano. E como todo mundo tem feito um bom trabalho. Cada etapa tem sido quase um revezamento, com uma equipe dominando todo o fim de semana. Para ser campeão, é preciso ser muito consistente", disse o brasileiro. "Também acho que é bom para o campeonato (ter oito candidatos ao título), torna a categoria mais interessante", concordou Vergne, nesta sexta.

O francês, contudo, não deixou de destacar que briga pelos dois títulos em jogo, no campeonato de pilotos e também no de equipes. A Audi, de Di Grassi, é a atual campeã na disputa entre os times, mas ocupa a vice-liderança no momento, com 173 pontos, contra 216 da equipe DS Techeetah, liderada por Vergne.

"Claro que o título por equipes também é importante. Se eu vencer o campeonato de pilotos automaticamente seremos campeões também do mundial por equipes. Será muito importante para nós vencermos também este título. Na temporada passada, perdemos por pouco", declarou o francês.

Os pilotos vão para a pista neste sábado às 8h30 (horário de Brasília), para o primeiro treino livre. A sessão classificatória está marcada para as 12h45. No mesmo dia haverá a primeira corrida, como de costume. A largada será às 17h04, com duração de 45 minutos mais uma volta.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula ELucas Di Grassi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.