Di Grassi espera testar por mais tempo no sábado

O primeiro dia oficial de testes do brasileiro Lucas di Grassi como piloto de uma equipe de Fórmula 1 foi ruim. A substituição da asa dianteira do VR-01, carro da equipe Virgin para a temporada 2010, atrapalhou o seu dia. Assim, o brasileiro deu apenas oito voltas no circuito de Jerez de la Frontera, na parte final da sessão de treinos.

AE, Agencia Estado

12 de fevereiro de 2010 | 18h40

"O mais importante agora é dar o maior número de voltas possível daqui para a frente. Ainda não conseguimos andar muito nesses primeiros testes. Por enquanto o importante é fazer quilometragem para depois testar a performance", afirmou Di Grassi, que foi o último colocado nos testes desta sexta-feira.

Tentando manter o otimismo, o piloto brasileiro espera ter um desempenho melhor nos treinos de sábado em Jerez. "Acreditamos que deverá chover menos do que hoje, mas nossa meta é andar mais pela pista, completar mais voltas, independentemente das condições climáticas", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
fórmula 1VirginLucas di Grassitestes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.