Di Grassi lamenta abandono, mas exalta evolução

O brasileiro Lucas di Grassi lamentou o seu abandono no GP da Alemanha, realizado neste domingo no circuito de Hockenheim. O piloto da Virgin aprovou o rendimento que seu carro vinha apresentando na corrida e, por isso, acreditava que poderia terminar como o melhor piloto das equipes novatas. Porém, um problema na suspensão o obrigou a deixar corrida.

AE, Agência Estado

25 de julho de 2010 | 16h21

"Tive um começo muito positivo de corrida hoje ao ganhar quatro posições na primeira volta e estava perto de Heikki [Kovalainen] por muitas voltas. O carro estava se comportando bem, então eu estava confiante que poderia vencer a Lotus na pista hoje e realmente passar após a troca do tipo de pneu. Eu bati em uma zebra, o que danificou a suspensão e por isso perdi o controle do carro. O dano significou que era impossível continuar, assim o que poderia ter sido uma corrida muito grande para mim acabou cedo", disse.

Porém, o bom rendimento da Virgin deixou Lucas di Grassi. Ele acredita que pode conseguir um bom resultado no próximo fim de semana, quando será disputado o GP da Hungria. "No entanto, mostramos a força do carro aqui, então estou realmente ansioso para o GP da Hungria na próxima semana", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.