Di Grassi se diz frustrado com abandono no GP da China

Depois de conseguir completar a sua primeira corrida na Fórmula 1, na Malásia, e chegar animado para o GP da China, o brasileiro Lucas di Grassi ficou frustrado com o desempenho de sua Virgin durante a prova em Xangai, neste domingo. Com problemas na embreagem, ele teve que largar nos boxes, o que também só aconteceu na sétima volta, já que a equipe demorou para solucionar o defeito.

AE, Agência Estado

18 de abril de 2010 | 15h34

"Tivemos uma boa sexta-feira, um bom sábado, com o carro se comportando muito bem. Estávamos rápidos no sábado do treino classificatório também e esperávamos ser mais uma vez, a exemplo da Malásia, a melhor equipe entre as estreantes. Pena que houve esse problema, que me permitiu completar apenas algumas poucas voltas", disse Di Grassi, lembrando que a mesma embreagem também provocou o seu abandono.

Mesmo tendo completado apenas uma das quatro corridas até agora, o brasileiro mantém o otimismo para o início da temporada europeia. "Agora teremos tempo para resolver os problemas do carro, continuar trabalhando e realmente usar estas três semanas disponíveis com o carro na fábrica e resolver tudo de uma vez por todas, para repetirmos em Barcelona o desempenho que apresentamos no GP da Malásia."

CHEGADA IMPORTANTE - Enquanto Di Grassi lamentou o abandono, outro brasileiro pôde comemorar a sua segunda bandeirada na Fórmula 1. Com a Hispania, Bruno Senna terminou a corrida na China, assim como já tinha feito na Malásia, e ressaltou a evolução da escuderia estreante. "Fico feliz de ver a equipe mais uma vez levando os dois carros à bandeirada", comentou o piloto.

Senna, entretanto, reclamou do "desgaste dos pneus intermediários", que considerou exagerado, prejudicando o equilíbrio do carro. Ainda assim, o brasileiro ressaltou que foi sua primeira experiência "com a pista realmente molhada" na categoria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.