Rainer Jensen/EFE
Rainer Jensen/EFE

Di Grassi triunfa em Berlim e abre vantagem na ponta da Fórmula E

Brasileiro lidera a frente de Nelsinho Piquet e Sebastien Buemi

Estadão Conteúdo

23 de maio de 2015 | 13h25

O brasileiro Lucas di Grassi fez bonito neste sábado e venceu a etapa de Berlim da Fórmula E, nova categoria do automobilismo com monopostos elétricos. Sem maiores dificuldades, o ex-piloto de Fórmula 1 cruzou na frente a linha de chegada no circuito montado no aeroporto desativado de Tempelhof.

Di Grassi largou na segunda colocação, atrás do veterano Jarno Trulli, mas a alegria do italiano durou pouco. Logo na primeira volta, após somente três curvas, o brasileiro tomou a primeira colocação e, a partir daí, mostrou por que é o líder da temporada na categoria.

Apesar da tranquila vitória, Di Grassi levou um verdadeiro susto logo depois do fim da prova. Assim que cruzou a linha de chegada, seu carro sofreu uma pane e o deixou a pé. O brasileiro foi perseguido de perto por Jerome D''Ambrosio e Sebastien Buemi, que terminaram na segunda e terceira posições, respectivamente.

Quem também fez bonito foi outro brasileiro, Nelsinho Piquet. Na briga pelo título da temporada, o filho do tricampeão mundial de Fórmula 1 largou somente na 13.ª posição, mas fez uma bela prova de recuperação, mostrou bastante agressividade e terminou com a quinta posição.

Com o triunfo deste sábado, Di Grassi abriu vantagem na ponta do campeonato. Agora, o brasileiro tem 118 pontos, 17 à frente do compatriota Nelsinho Piquet. Sebastien Buemi é o terceiro, com 98, enquanto Nicolas Prost (77) e Jerome D''Ambrosio (70) completam as cinco primeiras posições.

A vitória dá certa tranquilidade para Di Grassi brigar pelo título nas últimas três provas do calendário. A próxima está marcada para o dia 6 de junho, quando os pilotos disputarão a etapa da Rússia, em Moscou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.