Arquivo/AE
Arquivo/AE

Diretor diz que carro da Ferrari para 2009 precisa melhorar

Stefano Domenicali ainda elogia o trabalho da nova escuderia Brawn GP, do brasileiro Rubens Barrichello

Entrevista com

EFE,

14 de março de 2009 | 15h27

O diretor-geral de Ferrari, Stefano Domenicali, disse que ainda não está totalmente satisfeito com a confiabilidade do F60, carro da escuderia para esta temporada, mas elogiou o trabalho que a equipe vem fazendo nos testes das últimas semanas.

"Estive em Barcelona para assistir aos últimos testes e vi que a equipe estava muito concentrada. Estamos satisfeitos com o nível de nosso carro, mas é óbvio que ainda há muito trabalho para fazer. Agora devemos nos concentrar na questão da confiabilidade", disse ao site da Autosport.

"No ano passado, percebemos a importância da confiabilidade e dos pequenos detalhes. Temos que trabalhar muito nesta direção", completou.

Domenicali evitou fazer comparações entre a situação da Ferrari e a dos adversários. No entanto, o diretor se mostrou em sintonia com o piloto brasileiro Felipe Massa, para quem a Brawn GP está fazendo um grande trabalho.

"Nunca foi tão difícil fazer comparações entre as equipes. Há alguns dias, havia um grande equilíbrio entre as escuderias. Até que nesta semana tivemos a estreia da Brawn GP. Eles tiveram uma performance incrível e precisamos prestar atenção neles", assinalou.

"Achamos que a Ferrari está entre as equipes mais competitivas, mas ainda existem muitos fatores para serem considerados. Temos que esperar até o Grande Prêmio da Austrália (em 29 de março) para sabermos as respostas", acrescentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.