Diretor diz que Lotus mudará de patamar na Espanha

Com pacote de atualizações inspirado no RB7, Mike Gascoyne está confiante para domingo

AE, Agência Estado

18 de maio de 2011 | 11h27

BARCELONA - Melhor equipe estreante da temporada 2010 da Fórmula 1, a Lotus acredita que pode dar no GP da Espanha, que será realizado neste domingo no circuito de Barcelona, mais um passo na categoria para assumir um posto na zona intermediária das escuderias. Para isso, aposta em um pacote de atualizações, principalmente na parte aerodinâmica, nos carros de Jarno Trulli e Heikki Kovalainen.

"Nós pensamos que nosso pacote vai nos permitir dar um claro passo em relação ao meio, tanto na classificação, como na corrida, e mais e mais", afirmou Mike Gascoyne, diretor técnico da Lotus. "Pode levar umas duas corridas para explorarmos, já que acho que dependerá do assoalho assoprado e das estratégias do motor, e algumas pessoas têm mais experiência do que nós com isso", completou.

Gascoyne revelou que as atualizações são inspiradas no RB7, carro utilizado pela Red Bull nesta temporada. A escuderia austríaca é a atual campeã do Mundial de Construtores e do Mundial de Pilotos, com o alemão Sebastian Vettel, e domina o início do campeonato deste ano. "É todo construído em torno da traseira. É um pacote de difusor e escapamento semelhante ao da Red Bull".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.